Unir a lipoaspiração à aplicação da gordura aspirada em uma região indesejável e aplica-la em uma área que necessita de volume parece um sonho. Mas através da lipoescultura, isso é possível. Como o próprio nome sugere, você ficará com um corpo esculpido, como sempre desejou. Elaboramos as respostas para as perguntas mais frequentes sobre esse assunto. Veja a seguir:

1 – Todos podem fazer lipoescultura?

Desde que haja a liberação médica, qualquer paciente está apto a passar por uma lipoescultura, porém, os candidatos ideais são os que estão no peso ideal ou bem próximos dele. Em pacientes jovens, em que não haja excesso de pele, os resultados são ainda melhores.

2 – Em quais regiões a lipoescultura pode ser realizada?

Locais onde ocorre maior acúmulo de gordura como abdômen, flanco, dorso, pernas, braços e face podem ser regiões doadoras. A área mais comum para aplicação são os glúteos e a face.

3 – Como é o pós-operatório?

Relativamente tranquilo, incluindo um período de repouso e uso de cinta compressiva por aproximadamente um mês e meio. Edemas e inchaço vão desaparecendo aos poucos. O retorno às atividades físicas pode ser feito de um a dois meses.

4 – A lipoescultura pode ser associada a outa cirurgia plástica?

Sim. Por exemplo, se o seu objetivo for eliminar a gordura do abdômen e houver flacidez da pele, é necessário passar também por uma abdominoplastia para obter o resultado desejado.