Homens estão cada vez mais vaidosos e procuram a cirurgia plástica para fazer as pazes com seu corpo

Desde que os homens deixaram para lá o tabu de falar sobre vaidade e o preconceito em relação à cirurgia plástica, os números não param de crescer. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a cada dois minutos, um homem faz plástica no Brasil. E a tendência é que esse número aumente, já que algumas cirurgias plásticas prometem dar fim aos incômodos estéticos masculinos.

Os objetivos variam entre os pacientes, desde aumentar a autoestima até manter a vaga ou retornar ao mercado de trabalho. A aparência jovem se tornou um dos diferenciais também no ambiente corporativo.

Cirurgias plásticas masculinas mais comuns

Entre os procedimentos mais buscados por homens de todas as idades estão ginecomastia (redução de mamas masculinas), a lipoaspiração e blefaroplastia (cirurgia nas pálpebras). Já entre os jovens, as cirurgias plásticas com inserção de prótese de silicone nos peitorais e panturrilha merecem destaque.

O transplante capilar, técnica que permite um efeito natural eliminando a calvície, também ganha seu espaço. Antes o que era um temido incômodo que prejudicava a aparência de indivíduos jovens agora tem solução. O objetivo da cirurgia plástica é obter um resultado em harmonia recuperando a autoestima do paciente.