Se você está decidida a aumentar os seios através da mamoplastia, sabe que um dos objetivos da consulta individual é conversar com o cirurgião plástico para expor suas dúvidas e expectativas em relação ao procedimento. 

Importante: durante esta avaliação, você precisa informar, com sinceridade, quais são seus hábitos comportamentais e alimentares, fatores hormonais, restrições quanto a medicamentos e históricos familiares para que tudo saia como o desejado. Sua saúde é prioridade!

Além disso, ter os seios maiores através da mamoplastia de aumento requer o conhecimento sobre as diferentes vias de acesso que podem ser consideradas, já que, cada uma possui suas particularidades. Você sabe qual a mais indicada para seu corpo e seu objetivo? Vamos entender melhor sobre este assunto. 

– Axilar

Neste procedimento, a prótese de silicone é inserida através de uma incisão feita na axila. Por ser feita em um local mais distante da mama, necessita de total conhecimento do cirurgião plástico. A cicatriz fica praticamente imperceptível e com ótimos resultados estéticos. Próteses mais volumosas não podem ser inseridas através desta técnica.

– Areolar

Nesta técnica, a prótese para seios é colocada através de incisão feita na metade inferior da aréola. A cicatriz costuma ter bons resultados, pois fica localizada na transição entre a aréola e a mama. Em caso de pacientes com aréola diminuta, esta opção fica inviável, já que o tamanho da incisão pode não ser suficiente para a inserção da prótese de silicone

– Sulco inframamário

Seguindo a silhueta natural da mama, a prótese é inserida em uma incisão por baixo dos seios. Esta técnica é a mais utilizada, pois acomoda qualquer perfil e volume de prótese de silicone.
Agora que você está cada vez mais informada e a um passo de agendar uma consulta, confira 4 dicas preciosas sobre como escolher um bom cirurgião plástico