Como já exploramos em outras oportunidades, as proporções corporais são fundamentais, por isso algumas pessoas se incomodam com o tamanho do culote, a falta de volume nas mamas, o nariz projetado, entre outros.

Com as temidas “canelas finas” também é assim. Em pessoas magras, o equilíbrio se mantém, mas caso o paciente busque um corpo mais definido, com pernas musculosas, será difícil conquistar uma canela proporcional.

Pensando nisso é que surgiu um procedimento que permite o engrossamento das canelas.   A técnica remove uma pequena parte de gordura de alguma região doadora e a aplica na canela, buscando um equilíbrio. Esse procedimento de enxertia pode exigir até três sessões para obter um resultado satisfatório.

A anestesia utilizada é a local e a cicatriz não ultrapassa os 3mm, já que é o necessário para inserir a ponta da agulha. O resultado é permanente, mas caso haja um processo de emagrecimento, um pouco do volume pode ser perdido.