A blefaroplastia, a cirurgia realizada nas pálpebras, beneficia pacientes em qualquer idade, desde que haja o incômodo, seja nas pálpebras inferiores ou superiores.  Entre as indicações estão: excesso de depósito de gordura nas pálpebras superiores; pele frouxa ou flacidez que prejudica a visão nas pálpebras superiores; excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior ou bolsas sob os olhos.

Durante essa cirurgia, as incisões são planejadas para que as cicatrizes fiquem escondidas nas dobras naturais da pele. Pode ainda ser uma opção a incisão no interior da pálpebra. É muito importante que você tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico sobre o procedimento cirúrgico.

No pós-operatório pode ocorrer inchaço, irritação, olhos secos ou hematomas. Quaisquer desses sintomas devem ser informados ao cirurgião plástico e, se houver necessidade, ele indicará o uso de medicamentos, compressas frias e pomadas. Como a região continua a sofrer a ação do tempo, uma nova intervenção pode ser necessária após alguns anos.