Descubra se a idade é determinante para realizar (ou não) uma cirurgia plástica

O aumento da expectativa de vida mundial mostra que, além de ativas, as pessoas prezam cada vez mais pelo bem-estar. Para alinhar a aparência e seu estado mental, as cirurgias plásticas atuam como aliadas em diversas fases da vida. Mas será que existe alguma diferença entre um paciente jovem e um paciente idoso?

No caso dos pacientes mais velhos, a idade não é um fator limitante para realizar uma cirurgia plástica. O que mais influencia é a saúde do paciente, que será verificada através de exames pré-operatórios. Além dos exames habituais, alguns mais específicos podem ser exigidos quando o paciente for idoso, tudo para garantir a segurança.

Para a mamoplastia em jovens, recomenda-se o desenvolvimento completo da mama antes de qualquer indicação de cirurgia plástica, tanto da mamoplastia de aumento quanto da redutora.

Associação de cirurgias plásticas

Quando falamos sobre a mamoplastia de aumento, a paciente mais velha pode necessitar de uma mastopexia (lifting de mamas) antes da inserção de próteses de silicone, para que o posicionamento dos implantes fique correto.

A associação de cirurgias plásticas, como também é o caso de uma lipoabdominoplastia, não é frequentemente recomendada pelos médicos quando o paciente é idoso, isso porque ela exige um tempo maior de anestesia durante a operação e um pós-operatório mais delicado.