Ter mamas pequenas é sinônimo da necessidade da inserção de próteses de silicone? Nem sempre! Para entender melhor qual é a indicação correta para o seu tipo de mama, separamos dicas valiosas e que farão a diferença quando você for se consultar com um cirurgião plástico. Confira:

1 – Como você se sente em relação ao seu corpo? Se você não está à vontade com a falta de projeção das mamas, saiba que não está sozinha. Muitas mulheres sofrem por anos com esse desconforto estético e, quando descobrem que a solução pode estar mais perto do que elas imaginam, pensam porque não buscaram ajuda antes. As próteses de silicone possuem variados formatos que permitem resultados diferentes, de acordo com cada caso.

2 – Você possui mamas de um tamanho que considera ideal, porém, após um severo emagrecimento, envelhecimento ou gravidez sente-se incomodada pela flacidez? Nesse caso, a inserção de prótese de silicone pode ser uma opção, mas nem sempre é necessária. Isso porque a mastopexia promove a elevação das mamas, ou seja, elimina a flacidez que te fazia fugir do espelho.  Volte a usar decotes e valorizar essa área do colo!

3 – Suas mamas são grandes e você sente dores na coluna pelo excesso de peso? Orientamos que você busque um cirurgião plástico para entender melhor sua necessidade e, quem sabe através de uma mamoplastia redutora, promover sua qualidade de vida, devolvendo à paciente a possibilidade de realizar tarefas diárias básicas. Além disso, a autoestima vai lá para cima!