Nossos profissionais contam um pouco mais sobre as diferenças entre dois tipos de mamoplastias: a mastopexia e mastoplastia

Os nomes podem até serem parecidos, mas há uma grande diferença entre seus significados: apesar da Mastopexia e da Mastoplastia serem cirurgias plásticas realizadas nas mamas, cada uma possui diferentes propósitos e técnicas. Nossos profissionais te ajudam a entender:

OS DOIS PROCEDIMENTOS SÃO CLASSIFICADOS COMO MAMOPLASTIA, MAS POSSUEM OBJETIVOS DIFERENTES.

Mastoplastia

Muitas mulheres possuem desconforto estético em relação ao tamanho de suas mamas, isso pode causar uma insegurança que irá interferir até mesmo na postura, acarretando problemas na coluna. Para essas, a cirurgia em questão é altamente recomendada. Conhecida como mamoplastia redutora, a mastoplastia é indicada para quem deseja diminuir o volume dos seios, retirando a gordura excedente do local.

Realizada com anestesia local e sedação, essa técnica de mamoplastia é realizada através de uma incisão ao redor da aréola e outra no sulco mamário. O cirurgião irá retirar o excesso de volume, pele, gordura e glândula mamária da paciente. O procedimento trará um volume mais adequado ao contorno corporal, um melhor formato e consistência nos seios.

Mastopexia

A flacidez é temida por quase todas as mulheres, e quando ela se localiza nos seios, pode trazer um aspecto caído e sem vida à região. Realizada através de incisões nos contornos naturais da mama e aréola para retirar a pele excedente, a técnica de mamoplastia de elevação (mastopexia) irá levantar as mamas caídas e flácidas, proporcionando maior consistência e uma forma belíssima.