Sabe aquele segredo guardado a 7 chaves? Antes, com a ritidoplastia, era assim. Os pacientes evitavam falar sobre o assunto, ainda mais revelar qual o procedimento que permitiu uma aparência mais jovem.

Quando os primeiros sinais da idade surgem, é natural que se busque alguma alternativa para frear a passagem do tempo. Quando há um cuidado com a pele e acompanhamento profissional, as cirurgias plásticas faciais podem ser proteladas. Mas com o avanço das técnicas de cirurgia plástica, é possível rejuvenescer a face de forma segura e eficaz.

No caso da ritidoplastia ou lifting facial, indicada para peles flácidas e com perda de volume em algumas áreas, a maior procura é por pacientes após os 40 anos. No entanto, é fundamental analisar cada caso, já que com menos idade também é possível apresentar alto índice de flacidez. A queixa mais frequente é a perda de volume na região dos olhos, formando o sulco nasolabial, conhecido popularmente como bigode chinês.

Durante a cirurgia que dura de 3 a 5 horas, é feita uma incisão na região temporal, que contorna a orelha e segue para dentro do cabelo. Dessa forma, qualquer cicatriz ficará escondida. O pós-operatório inclui o retorno às atividades normais após um período de 14 dias. Para obter melhores resultados, o cirurgião plástico pode indicar também procedimentos associados como a lipoaspiração na região da papada.