Ele recebe o título de preferência nacional, por isso, os olhares nas ruas e no universo da cirurgia plástica de voltam a ele: o bumbum. Quando ele não possui uma aparência durinha, com formato arredondado, pode se tornar um sinônimo de incômodo.

A técnica é indicada para nádegas pequenas, com formato achatado ou que apresentam flacidez e perda de sustentação. Por isso, muitos pacientes buscam pela técnica de inserção de prótese de silicone nos glúteos. Através da gluteoplastia o bumbum passa a ter um aspecto empinado com a colocação da prótese, deixando-o mais bonito e harmonizado com o restante do corpo.

O resultado fica natural, pois a prótese é posicionada dentro do músculo glúteo maior, numa posição anatômica. Por ser um local de pouca visibilidade, exatamente entre as nádegas, é difícil observar a cicatriz, que fica na altura do cóccix.

De acordo com o biotipo da pessoa, opta-se por um modelo de prótese: redonda ou oval. O volume deve ser indicado pelo profissional para que o resultado seja harmônico. Os resultados da gluteoplastia de aumento podem ser vistos imediatamente, no entanto os resultados finais só aparecem depois da redução do edema, o que demora cerca de um mês.