A primeira imagem que temos de uma pessoa costuma ser o seu rosto. Por isso, o equilíbrio dos traços que o compõem são muito importantes. Nesse contexto, os diferentes tipos de nariz ganham destaque. Afinal, seu formato e proporção podem ajudar a constituir esse conjunto harmônico ou não, causando um certo incômodo ou problemas na autoestima.

E você, sabe qual é o seu tipo de nariz? Esse conhecimento é muito importante antes de procurar um cirurgião para tentar corrigi-lo e obter um resultado estético mais agradável. Por essa razão, decidimos falar desse assunto neste post. Leia e identifique qual é o seu!

Partes do nariz

Ao falarmos dos tipos de nariz, vamos usar alguns nomes referentes às partes dele: ponte, dorso, narinas, ponta, asas. Por isso, para entender completamente a descrição, é importante conhecer essas diferentes áreas:

Principais características dos diferentes tipos de nariz

Existem vários tipos de nariz e algumas listas chegam a apresentar 14 classificações diferentes. Porém, aqui no Brasil nós temos alguns predominantes. Saiba quais são eles:

1. Nariz fino e arrebitado

As principais características desse tipo de nariz são a ponte e a narina estreitas. A ponta costuma ser ligeiramente voltada para cima e o dorso pode ser levemente côncavo.

Geralmente, esse é o tipo de nariz mais desejado pelos pacientes que chegam aos consultórios de cirurgia plástica.

No entanto, precisamos entender que nem sempre a proporção entre essas características está dentro do ideal que as pessoas consideram esteticamente agradável. Assim, um paciente pode ter o nariz mais empinado do que ele gostaria, ou fino demais.

Vale lembrar que, devido às origens étnicas do povo brasileiro, esse não é o tipo de nariz mais comum. Além disso, ele nem sempre será o mais recomendado para todos os pacientes, já que o mais importante é combinar com o restante do rosto.

Portanto, antes de fazer a cirurgia plástica o médico precisa analisar as características individuais de cada paciente. Dessa maneira, ele conseguirá propor a melhor alternativa para alcançar um resultado harmônico e mais natural.

2. Nariz asiático

Esse tipo de nariz é um pouco mais comum no Brasil, já que recebemos muitos asiáticos no país e suas características também são vistas nos indígenas e seus descendentes.

Suas principais características são: falta de elevação do dorso e ponte mais baixa e larga. Assim, muitos pacientes se queixam de que falta volume no corpo desse tipo de nariz.

Geralmente, o nariz asiático também tem narinas largas. Os pacientes relatam que, ao longo de sua vida eles receberam apelidos e até sofreram bullying por terem “nariz achatado” ou “nariz de batatinha”.

Além dessas características, o nariz asiático não tem a ponta empinada. Normalmente, ela é bem arredondada.

Para esses casos, a cirurgia plástica tem uma boa solução, que é a rinoplastia. Nesses casos, o cirurgião levanta o dorso com um enxerto de cartilagem, dando o volume que falta a esse traço.

Ainda é possível corrigir a ponta e a base do nariz asiático. O médico faz pequenas incisões nas narinas para estreitar a base. Na ponta, ele faz um enxerto de cartilagem que projeta essa região, eliminando aquele aspecto arredondado.

3. Nariz negroide

Esse também está entre os tipos de nariz mais comuns no Brasil, já que grande parte da nossa população é descendente de africanos.

O nariz negroide tem uma base mais largas e narinas também bastante alargados. A ponta é arredondada e o dorso, curto e baixo.

Ele tem algumas características em comum com o nariz asiático. Mas no caso do nariz negroide, elas são ainda mais evidentes: o dorso é mais curto, as narinas mais largas, e assim por diante.

Portanto, se vivemos em uma sociedade onde o formato de nariz mais valorizado é o fino e arrebitado, logo percebemos que esse modelo é o mais diferente do “padrão”.

Por isso, embora seja importante destacar que existem belezas diferentes e que ninguém é obrigado a se adequar a um determinado padrão, também não podemos impedir que pessoas que se sentem desconfortáveis com seus traços busquem opções para modificá-los.

Também é válido lembrar que, mesmo que um paciente com nariz negroide busque a cirurgia plástica para alterar essas características, isso não significa que ele sairá do centro cirúrgico com um nariz fininho e empinado.

O cirurgião faz algumas alterações: modela a ponta e insere cartilagem para diminuir a aparência arredondada, faz enxertos para aumentar a altura do dorso e reduz a largura da base.

No entanto, todas essas modificações são feitas considerando a possibilidade de harmonizar o formato do nariz com os outros traços do rosto, respeitando as características do indivíduo. A mudança deve levar a um resultado natural, e não a uma aparência artificial.

4. Nariz romano

Se você já observou com atenção as esculturas e pinturas do período romano, terá muita facilidade para identificar esse tipo de nariz. Ele é muito comum em alguns povos europeus caucasianos e seus descendentes, como italianos e judeus. Podemos incluir também os árabes.

Uma característica que se destaca no nariz romano é a protuberância (volume) maior no dorso. Ela é chamada de giba nasal, e é vista especialmente quando a pessoa está de perfil.

Embora seja um detalhe, a giba nasal incomoda muitas pessoas. Sua correção por meio da rinoplastia é relativamente simples, pois basta retirar o excesso de cartilagem e tecido ósseo nessa região. Para isso, o cirurgião raspa e modela o osso quando é necessário.

A correção do nariz romano é um pouco diferente entre homens e mulheres. Na rinoplastia masculina, os cirurgiões mantém o dorso reto. Já na rinoplastia feminina, o médico dá uma forma um pouco côncava à região para deixar o nariz levemente arrebitado.

5. Nariz adunco

Muitas pessoas confundem o nariz romano com o nariz adunco. Realmente, eles têm algumas características em comum, mas outras são diferentes.

No caso do nariz adunco, a ponte é proeminente e curvada. A ponta do nariz se projeta para baixo, especialmente quando a pessoa sorri. Assim, o aspecto dele lembra o bico de uma águia.

Por essa razão, o nariz adunco também é chamado de nariz aquilino (parecido com uma águia). No entanto, no dia a dia as pessoas que têm esse traço recebem apelidos ainda mais fortes e muitos se referem a ele como “nariz de bruxa”.

Portanto, ao tratar esse tipo de nariz o médico faz várias intervenções: ele remodela o dorso e reduz a altura do osso e da cartilagem da região da giba. Em alguns casos, é preciso também diminuir o tamanho do nariz.

Além disso, é preciso corrigir a queda da ponta. Então, o médico rompe um músculo chamado de depressor do septo. Ele é o responsável por puxar a ponta do nariz para baixo durante o sorriso, formando o efeito “bico de águia”.

Qual é o resultado dos diferentes tipos de nariz

Como você pode perceber, cada tipo de nariz exige um tipo de intervenção diferenciada. Além disso, temos um país muito miscigenado. O paciente pode ter uma característica de nariz negroide, por exemplo, e não ter outras.

Por isso, o único profissional capacitado a encontrar a melhor solução é o cirurgião plástico. Ele analisa detalhadamente esse traço e propõe uma intervenção adequada para harmonizar a forma e o tamanho do nariz com o rosto do paciente, produzindo um resultado natural e satisfatório.

E então, conseguiu identificar qual desses tipos de nariz é o seu? Quer conhecer outras soluções que a cirurgia plástica proporciona para quem quer fazer as pazes com o espelho? Siga nossa página no Facebook e perfil no Instagram para acompanhar nossas publicações!