Indicada para casos de flacidez leve, a miniabdominoplastia é a versão de menores proporções do procedimento clássico de abdominoplastia.

Cicatrizes mínimas, riscos ainda menores e recuperação rápida são algumas das vantagens que compõem a técnica reduzida de aprimoramento do contorno corporal. Diferentemente da abdominoplastia, que é realizada através de uma incisão maior, a miniabdominoplastia não requer muita extensão, tampouco reposicionamento do umbigo. De fato, a cicatriz fica facilmente escondida em uma breve linha no baixo ventre.

Deste modo, sua indicação é para casos em que o paciente possui ligeiro volume de gordura, com excesso de pele e relaxamento muscular. No caso das mulheres, a indicação é para aquelas que engordaram até 8 kg durante a gravidez.

O resultado da miniabdominoplastia começa a tomar forma a partir do 15º dia de recuperação e permanece por vários anos devido à efetividade da técnica, exceto nos casos em que haja uma nova gravidez, grandes oscilações de peso, entre outros fatores. É indicado o uso de cinta compressiva, além da drenagem linfática e ultrassom estético. O retorno ao trabalho pode ser feito em uma semana e dirigir é permitido após 14 dias.

Somente o cirurgião plástico, após a análise de cada caso poderá indicar a melhor opção, seja abdominiplastia ou miniabdominoplastia. Procure um especialista na área de abdominoplastia e esclareça suas dúvidas.