Fale Conosco Pelo Whatsapp

Qual é a mulher que não deseja ter seios firmes, empinados e proporcionais ao corpo? Enquanto algumas pacientes precisam colocar silicone para atingir esse objetivo, outras procuram a clínica de cirurgia plástica para reduzir as mamas. A questão é que todas desejam um volume e formato adequados, mas têm um certo receio quanto à cicatriz da mamoplastia redutora.

Quer saber qual é a posição e o tamanho dessas cicatrizes? Então, continue a leitura! Vamos explicar quais são os fatores que interferem nesse resultado e qual é o impacto dessa cirurgia na beleza dos seios. Confira!

Como fica a cicatriz da mamoplastia redutora?

É importante pensar que, para reduzir as mamas, é preciso retirar um pouco (ou bastante) pele e tecido. Tudo vai depender do tamanho dos seios da paciente e de seu objetivo quanto à cirurgia. Assim, os formatos de cicatriz variam de acordo com o volume e o grau de flacidez de cada paciente. Veja as mais comuns:

Cicatriz periareolar

Esse tipo de cicatriz só é possível quando a mulher precisa retirar apenas uma pequena quantidade de pele e gordura. Nesse caso, o médico faz a incisão ao redor da aréola. Essa técnica é pouco invasiva e as marcas são muito discretas, restando apenas uma linha fina na divisão entre o bico do peito e a pele normal.

Cicatriz com incisão vertical

Esse tipo de técnica é usada quando a paciente tem volume e flacidez moderados. O cirurgião faz um corte que começa ao redor do topo da aréola e desce até o sulco da mama, que é a dobrinha abaixo do seio. Então, o trecho de pele retirado tem o formato aproximado de um V.

Porém, isso não significa que a paciente ficará com uma cicatriz de mamoplastia nesse formato. Depois que o médico terminar a cirurgia, ela terá uma linha discreta em volta da aréola, como no caso anterior. Além disso, haverá uma segunda linha vertical, que vai da parte de baixo do bico do peito até o sulco da mama.

Cicatriz em âncora ou T invertido

Esse é um tipo de cicatriz de mamoplastia muito comum, pois permite eliminar volume e flacidez mais acentuados. Assim, o médico consegue retirar uma quantidade maior de pele, tecido e gordura.

Para isso, ele faz um corte começando no topo da aréola, desce até a parte de baixo do seio e prolonga a incisão lateralmente, seguindo a curva que existe nessa região.

Portanto, ao final da cirurgia a mulher fica com uma cicatriz no formato de um T invertido, de cabeça para baixo.

Qual é o resultado final da mamoplastia redutora?

Seja qual for a técnica utilizada, vale muito a pena reduzir as mamas. Com o passar do tempo, a cicatriz da mamoplastia é suavizada e fica quase imperceptível, além de ficar escondida sob o biquíni e roupas íntimas.

Portanto, os benefícios dessa cirurgia são muito maiores que um sinal discreto deixado na pele. As pacientes costumam ficar muito felizes com o resultado, que contribui para o aumento da autoestima e qualidade de vida.

Gostou do post? Quer saber mais sobre a mamoplastia redutora?

Siga-nos no Facebook e Instagram para não perder nenhuma das nossas publicações!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)