A cirurgia de redução de mamas é uma solução efetiva para os problemas estéticos e funcionais causados pelos seios volumosos. Porém, essa é uma decisão que precisa ser tomada de forma consciente, para que a mulher saiba quais são os resultados que ela pode esperar, bem como se preparar para o pós-operatório.

Por isso, preparamos uma seleção de perguntas para você fazer ao médico. Elas são uma espécie de roteiro para tirar suas principais dúvidas e orientar sua decisão. Confira!

1. Qual é o procedimento mais adequado para o meu caso?

Embora você já saiba que vai fazer a cirurgia de redução das mamas, pode ser que o médico recomende uma combinação com outros procedimentos. Inclusive, em alguns casos, é necessário fazer a mamoplastia redutora com prótese devido à presença de um quadro de flacidez após a amamentação ou grandes emagrecimentos. Portanto, peça que o médico explique detalhadamente qual é a melhor opção para o seu caso.

2. Como ficarão as cicatrizes?

Sempre que se fala em cirurgia plástica nas mamas, as cicatrizes ficam bem escondidas. Assim, é perfeitamente possível utilizar um biquíni ou um sutiã, por exemplo, sem que as marcas sejam notadas.

Porém, é interessante que você pergunte ao médico qual será o formato de suas cicatrizes, o tamanho e onde elas ficarão posicionadas. Essa informação depende da extensão de pele que precisa ser retirada para garantir o resultado desejado pela paciente.

3. Como é o pós-operatório?

O pós-operatório da mamoplastia redutora costuma ser bem tranquilo. Com o cuidado devido e medicação indicada pelo cirurgião, as pacientes conseguem atravessar esse período praticamente sem dor. Porém, seguir as recomendações para o período pós-cirúrgico é essencial não só para o seu bem-estar, mas também para garantir o bom resultado do procedimento.

Então, é necessário saber tudo sobre o pós-operatório antes mesmo de marcar a cirurgia. Dessa forma, será possível marcar uma data apropriada, em que você consiga se afastar do trabalho no período de repouso. Também é fundamental contar com a ajuda de alguém, já que não se deve levantar os braços durante 15 dias e nem fazer esforço físico. Portanto, é preciso ter uma pessoa para realizar as atividades domésticas.

Outro ponto importante é o uso do sutiã. Ele é colocado no corpo da paciente ainda no centro cirúrgico, antes que ela acorde. Por isso, a peça deve ser providenciada com antecedência e seguindo as medidas e orientação do médico.

4. Que resultado posso esperar?

Para que você fique satisfeita com sua cirurgia de redução de mamas, é fundamental que tenha expectativas adequadas quanto ao resultado. Por isso, converse abertamente com o cirurgião sobre seus desejos. No entanto, saiba que, como profissional, cabe a ele fazer o que for possível para atender suas vontades, mas com responsabilidade.

Então, saiba que nem sempre o cirurgião pode atender aos seus pedidos completamente. Acima de tudo, esse profissional é um médico que está preocupado com a sua saúde em primeiro plano. Além disso, seu conhecimento e experiência fazem com que ele saiba com antecedência qual das opções produzirá um resultado mais harmônico e proporcional em relação ao seu corpo como um todo.

Agora você já está pronta para sua primeira consulta com o cirurgião! Com essas informações, você conseguirá programar sua cirurgia de redução de mamas de forma consciente.

Gostou do post? Acha que ele pode ser útil para outras amigas que também querem reduzir o tamanho dos seios? Então, não perca tempo! Compartilhe-o nas suas redes sociais e espalhe o conhecimento!