Você já conseguiu imaginar como é importante que beleza e autoestima caminhem juntas? A nossa autoimagem pode não ser nem de perto parecida com a beleza das modelos de capa de revista, mas quando existe a autoestima está presente, nada disso importa. Muitas mulheres não gostam de maquiagem, de saltos altos, vestidos… e nem por isso se sentem menos bonitas. A beleza vem de dentro!

Uma pessoa segura de sua autoestima acredita que é o melhor que pode ser, por isso, não se compara aos outros, mas nem por isso ela deixa de buscar um aperfeiçoamento, cuidando tanto na parte física (saúde) quanto mental.

Essa confiança faz chegar ainda mais longe! Por acreditarem que podem mais, as mulheres conquistaram seu espaço e continuam lutando por ele todos os dias, seja em casa, no trabalho, quando saem para se divertir.

Valorizar a própria beleza passou a ser uma dessas armas! Mulheres magras ou cheias de curvas, com cabelo liso ou afro, olhos claros ou escuros… a beleza única de cada uma está nessas diferenças.

Mas, e quando a mulher não se aceita? Reclama das marcas da idade, flacidez pós-gestação, tamanho das mamas, uma gordurinha a mais que incomoda… A cirurgia plástica tem sido uma aliada ao longo dos anos para dar um up na autoestima feminina.

É importante ressaltar que a autoestima reflete o reconhecimento que temos do nosso potencial, a opinião que temos sobre nós. Não culpe parentes, colegas de trabalho ou “amigos” por ter uma baixa autoestima e não permita que eles te contaminem. Encare a felicidade de forma que nada possa te abalar. Comece hoje e, em breve, se sentirá poderosa!