Fale Conosco Pelo Whatsapp
Avalie Este Post:

Usar um biquíni, um vestido justo ou uma camiseta colada é uma ideia fora de cogitação para muitas pessoas. Essas peças de roupas evidenciariam um problema estético que elas querem esconder: a flacidez abdominal.

A barriguinha saliente, também conhecida como a famosa “pochete”, afeta homens e mulheres. É comum as pessoas buscarem solução para esse problema em clínicas de estética, mas muitas vezes o resultado obtido é bem diferente das expectativas dos clientes desses estabelecimentos.

Afinal, o que causa a flacidez da barriga e como solucioná-la? Existem opções não invasivas para deixar o abdômen liso e melhorar o contorno corporal? É sobre isso que vamos falar neste post. Confira!

O que causa a flacidez abdominal?

Uma barriga flácida é aquela que, devido à sobra de pele, fica com um acúmulo de volume, prejudicando o contorno corporal. Muitas vezes, esse excesso de tecido se destaca na frente do abdômen ou na parte inferior dele, tornando-se mais ou menos evidente.

A pele se torna flácida porque faltam fibras de sustentação — colágeno e elastina. As causas mais comuns são os efeitos da idade, estiramento da pele durante a gravidez ou um grande processo de emagrecimento. Maus hábitos contribuem para agravar o problema, como o cigarro e uso de bebidas alcoólicas. Em alguns casos, os músculos também apresentam flacidez.

Como solucionar a flacidez abdominal?

Alguns procedimentos estéticos prometem amenizar o problema da flacidez abdominal. Nas clínicas, os especialistas usam técnicas como a carboxiterapia e radiofrequência com essa finalidade. Embora esses tratamentos tenham evoluído, eles surtem efeito apenas quando não existe uma sobra de pele muito significativa.

Portanto, os procedimentos estéticos servem para prevenir a deterioração da pele e para solucionar os casos de flacidez muito leve. Ainda assim, os resultados podem ser bastante tímidos e dificilmente deixarão um abdômen completamente liso.

Por outro lado, a cirurgia plástica é a solução mais eficaz para tratar esse problema. Na abdominoplastia, o médico resolve tanto o problema da flacidez muscular quanto dérmica.

Geralmente, o cirurgião costura os músculos na região central do abdômen para resolver a diástase (afastamento). Nas mulheres esse procedimento é especialmente interessante, pois elas ficam com uma cinturinha de pilão. A seguir, ele retira a sobra na parte inferior do abdômen, abaixo do umbigo.

Finalmente, ele puxa a pele que ficava acima do umbigo para baixo. Quando ela é unida à região pubiana por meio dos pontos, o abdômen fica perfeitamente liso!

Como é a recuperação da abdominoplastia?

A recuperação da abdominoplastia é simples, mas o paciente precisa permanecer em repouso. Ele deve usar uma malha compressora conforme a orientação médica, evitar esforços, não carregar peso e andar com o corpo semicurvado por 20 dias para não tracionar os pontos.

Também é importante usar a medicação recomendada pelo cirurgião e realizar sessões de drenagem linfática. Elas servirão para estimular o corpo a eliminar o líquido que se acumula naturalmente nesse tipo de procedimento, aliviando o inchaço.

Quer resolver a sua flacidez abdominal de uma vez por todas e gostaria de ter mais informações sobre o procedimento? Continue aqui no blog, leia nosso Guia Completo sobre esse tema e tire suas dúvidas!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)