Fale Conosco Pelo Whatsapp

Seja por razões estéticas ou mesmo de saúde, a flacidez vaginal é um problema que afeta as mulheres de diversas maneiras. Ela causa transtornos à autoestima e pode gerar desconforto ou reduzir o prazer durante as relações sexuais.

Por isso, o tema já deixou de ser tabu na área de cirurgia plástica há muito tempo. Felizmente, um número cada vez maior de mulheres está tomando consciência de que existem procedimentos específicos para solucionar esse problema.

O que causa a flacidez vaginal?

Assim como acontece no restante do corpo, a pele da vagina também perde parte da sustentação com o decorrer do tempo. Assim, surge a flacidez vaginal.

Outros fatores contribuem para o surgimento desse problema. Entre eles, podemos destacar variações realmente significativas de peso, uso de anabolizantes, sedentarismo, tabagismo e partos sucessivos. Enquanto algumas dessas situações fazem a musculatura dessa área ficar relaxada, outras deixam um excesso de pele que incomodam e prejudicam o prazer.

Como solucionar a flacidez vaginal?

A cirurgia plástica íntima é a solução para a flacidez vaginal. Porém, os procedimentos variam de acordo com o problema apresentado pela paciente.

Labioplastia

Algumas pacientes sofrem com o aumento (hipertrofia) dos pequenos lábios. Esse problema acontece devido ao uso de determinados medicamentos ou mesmo por fatores genéticos. Assim, a mulher passa a ter desconforto na relação sexual ou se sente incomodada por essa região ficar muito evidente quando ela usa uma roupa justa.

Em outros casos, o problema é um pouco diferente e o médico precisa reduzir a quantidade de pele dos grandes lábios, deixando-os com um volume considerado apropriado. Nessas duas situações, a cirurgia recomendada é a labioplastia ou ninfoplastia, um procedimento rápido e simples. Então, ainda no mesmo dia a paciente tem alta e costuma voltar para casa cerca de 6 horas após o procedimento.

Perineoplastia

Em outros casos, o cirurgião precisa intervir na musculatura vaginal. Então, se a mulher apresenta problemas como incontinência urinária decorrente de queda da bexiga e já não sente prazer no ato sexual devido ao relaxamento dessa região, o procedimento recomendado é a perineoplastia.

Nesse tipo de cirurgia íntima, o médico abre a mucosa vaginal e reaproxima os músculos da pélvis com pequenas suturas. Portanto, ele torna a vagina mais “apertadinha”. O procedimento dura em torno de 2 horas e a mulher pode retornar para casa cerca de 24 horas depois.

Os resultados da perineoplastia são solução da perda involuntária de urina ou ar quando a mulher faz esforços, recuperação da capacidade para manter a contração voluntária da vagina e o retorno de uma sensibilidade maior durante a relação sexual. Assim, tanto a mulher quanto seu parceiro são beneficiados.

Durante a recuperação, a paciente não deve levantar peso e nem fazer atividades físicas por cerca de duas semanas. As relações sexuais também devem ser suspensas por cerca de um mês e retomadas apenas após a liberação do médico.

Entendeu quais são principais cirurgias plásticas íntimas e como elas corrigem a flacidez vaginal? Acompanhe a nossa página no Facebook e no Instagram para não perder nossos próximos posts sobre outros temas também!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)