Toda mulher sabe o quanto a cegonha pode surpreender. Por isso, depois de retirar a flacidez do abdômen por meio da cirurgia plástica, algumas delas descobrem uma gestação em andamento. Nesses casos, o que fazer? Quais são as consequências de uma gravidez após abdominoplastia?

Se você está planejando fazer essa cirurgia mas também tem receio de prejudicar uma possível gestação, fique tranquila! Neste post, vamos tirar suas dúvidas a respeito do assunto.

Abdominoplastia: antes ou depois da gravidez?

Geralmente, os médicos recomendam que a mulher faça a abdominoplastia depois da gravidez. Isso não acontece porque a cirurgia poderia prejudicar a gestação ou o bebê. O objetivo dessa recomendação é aguardar todo esse processo e retirar de uma única vez o excesso de pele que fica após o nascimento da criança.

No entanto, a cirurgia pode ser feita tanto antes quanto depois da gestação. Portanto, se a mulher passou por um grande emagrecimento, por exemplo, e quiser realizar a abdominoplastia, não há problema. A única orientação dos médicos é que ela aguarde um ano após o procedimento para engravidar.

Gravidez após abdominoplastia: o bebê pode ser prejudicado?

A ideia de que a gravidez após abdominoplastia oferece riscos ao bebê ou à mãe é um mito! Portanto, se uma mulher engravidar após a cirurgia, tanto em uma gestação planejada quanto não planejada, não há problema.

À medida em que o bebê começar a crescer, a pele do abdômen também acompanhará essa alteração de volume. Como o processo é gradual, ela se adapta aos poucos ao novo tamanho. Embora os músculos dessa região tenham sido costurados durante a cirurgia plástica, eles cederão e se afastarão.

Gravidez após abdominoplastia: como fica o resultado da cirurgia?

A verdadeira desvantagem da gravidez após abdominoplastia é a questão estética. Então, como já explicamos no item anterior, os músculos se afastarão para dar espaço para o bebê. Esse é um quadro conhecido como diástase.

Além disso, a pele da barriga se esticará mais uma vez. Embora esse tecido seja elástico, ele não tem total capacidade de se retrair. Por isso, depois da gestação o abdômen realmente pode apresentar flacidez outra vez. Portanto, é possível que o resultado da abdominoplastia se perca.

Cuidados na gestação: o que fazer após a abdominoplastia?

Primeiramente, lembre-se que essa pele já foi esticada uma vez, durante a cirurgia. Por isso, é importante que você tome os cuidados necessários para prepará-la para um novo estiramento. Se ela não estiver bem cuidada, as chances do surgimento de estrias se tornam-se maiores. Então, hidrate-a e use óleos indicados para gestantes.

Além disso, como os médicos recomendam, o ideal é esperar cerca de um ano para engravidar após a abdominoplastia. Portanto, se a sua gestação for planejada, aguarde esse período para que a cicatrização da cirurgia seja completa.

Independentemente de qualquer um desses fatores, se você foi surpreendida com uma gravidez, aproveite o momento! Curta o crescimento do seu filho, seus primeiros movimentos e interaja muito com ele. Quanto às questões estéticas, não se preocupe: depois que tudo passar, se você achar necessário, é possível fazer uma nova abdominoplastia e ficar com a barriga lisinha outra vez!

Gostou do post? Compartilhe-o nas redes sociais e mostre para as atuais e futuras mamães da sua lista de contatos que elas não têm motivos para preocupações!