Fale Conosco Pelo Whatsapp

É possível que você já tenha percebido que algumas gordurinhas são insistentes. Elas não desaparecem nem mesmo com uma dieta restrita e um bom programa de exercícios. Assim, a única forma de solucionar o problema é a cirurgia plástica. Mas antes de agendar seu procedimento, é importante saber o que acontece na lipoaspiração pós-operatório. Dessa forma, você conseguirá se programar para ter uma recuperação tranquila e garantir resultados extraordinários!

Quer saber o que acontece na lipoaspiração pós-operatório? Então, continue a leitura até o final!

Lipoaspiração pós-operatório: possíveis desconfortos

O inchaço após uma cirurgia plástica é normal. Existem tecidos do corpo que foram cortados ou lesados de forma controlada. Por isso, o corpo reage com acúmulo de líquidos e também é com a presença de hematomas, que são as manchas arroxeadas.

Embora isso seja normal, existem técnicas que reduzem esse problema. Na lipoaspiração tumescente, por exemplo, o médico injeta uma solução que contém adrenalina no local operado. Assim, os vasos sanguíneos se contraem. O sangramento é bem menor, assim como a ocorrência de hematomas. No entanto, é o cirurgião quem decide se esse tipo de procedimento é indicado para o seu caso.

Já em relação às dores, não é possível prever a condição de cada paciente. Algumas pessoas são mais sensíveis e podem ter um pós-operatório um pouco mais dolorido. Em outros casos, o relato é apenas de um leve desconforto. Em qualquer uma dessas situações, o médico prescreve analgésicos que tornam a recuperação tranquila.

Lipoaspiração pós-operatório: cuidados

O cuidado do paciente no pós-operatório é essencial para o sucesso de qualquer cirurgia plástica. Por isso, fizemos uma lista das principais recomendações desse período. Confira!

Uso da cinta compressora

Após a cirurgia, o paciente precisa usar malha ou cinta compressora. Ela ajuda a reduzir o inchaço, evita dores porque mantém a área estabilizada e contribui para deixar o corpo bem modelado. Essa peça deve ser utilizada até para dormir e só pode ser retirada no momento do banho.

Realização de drenagem linfática

É muito importante realizar a drenagem linfática manual no pós-operatório da lipoaspiração. As manobras favorecem a eliminação de líquidos, reduzindo o inchaço. Elas também previnem o surgimento de fibroses, estimulam a produção de colágeno, aceleram a cicatrização e dissolvem nódulos, modelando a região operada.

Retomada das atividades do dia a dia

Nos primeiros dias, o paciente precisa ficar em repouso. Porém, ele deve caminhar dentro da própria casa e não ficar deitado o tempo inteiro. Esse movimento ajudará a estimular a circulação sanguínea. A retomada das atividades diárias dependerá do ritmo de recuperação, da região operada e até mesmo da extensão da cirurgia. Mas de forma geral, as recomendações são as seguintes:

  • Trabalho: retorno entre 5 a 7 dias após a cirurgia, se a função não exigir esforço físico. Se a área da lipo é mais extensa, o período de repouso precisa ser maior — entre 2 a 4 semanas.
  • Relações sexuais: é possível retomar a vida sexual a partir de 15 dias após a cirurgia, tomando alguns cuidados.
  • Exercícios físicos: o médico costuma liberar o paciente para caminhadas curtas (máximo 2 km) em cerca de 2 a 4 semanas. Para exercícios como a musculação, o tempo de espera pode chegar a 2 meses, mas depende de cada caso.

Lipoaspiração pós-operatório: resultados

No primeiro mês após a cirurgia já é possível ver uma diferença significativa na área operada. Porém, o inchaço desaparece gradualmente e em 6 meses o paciente tem o resultado definitivo da cirurgia.

Viu como o pós-operatório da lipoaspiração é tranquilo? Quer saber mais sobre esse assunto para se preparar para o procedimento e garantir um excelente resultado? Então, siga-nos no Facebook e Instagram para conferir nossas próximas publicações!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)