Você já deve ter ouvido ou lido a informação de que, com a chegada das baixas temperaturas como outono e inverno, aumenta consideravelmente a busca de pacientes por cirurgias plásticas. E isso é uma verdade estatisticamente comprovada.

De acordo com um levantamento da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, 86% dos médicos recomendam aos seus pacientes que façam as cirurgias plásticas durante o mês de julho, seguido pelo mês de junho, com 56% das indicações. Na outra ponta estão os meses em que menos de aconselham as plásticas, como fevereiro, abril e março, por serem períodos mais quentes.

Tem explicação?

Seu corpo tem tudo a ver com isso, já que o corpo muda o metabolismo e a reação de seus sistemas e tecidos ao manter contato com as baixas temperaturas. Quando existe uma necessidade maior de manter a temperatura corporal ideal, o corpo trabalha controlando a circulação de sangue nos tecidos e amenta o gasto de calorias.

Assim, o inchaço gerado pela retenção de líquidos é reduzido, garantindo uma melhor recuperação ao paciente que se submete à cirurgia plástica nessa época. Além disso, há o desconforto do uso de sutiãs modeladores ou malhas compressivas que alguns procedimentos exigem.

Comece a planejar sua cirurgia plástica agora, já que a procura tende a ser grande quanto mais o inverno se aproxima. Assim, quando o verão chegar, você estará totalmente recuperada e pronta para exibir as novas curvas.