As coxas atraem muitos olhares, seja por um aspecto bonito, em forma, sem celulite ou pela flacidez ou acúmulo de gordura proveniente de ganho/perda de peso ou envelhecimento. Isso certamente causa um desconforto estético para as mulheres que buscam alternativas para resolver esse problema.

A dermolipectomia de coxas possibilita uma recuperação dessa região, renovando a autoestima feminina, possibilitando o uso de shorts mais justos, além de minissaias. No verão, com o uso de biquíni, as mulheres se sentem ainda mais poderosas.

Como funciona?

Como a pele da coxa é fina, ela acaba não contraindo o suficiente após a perda de peso, o que acarreta em um excesso de pele no local. A dermolipectomia retira essa pele, devolvendo um conforto à mulher, pois elimina a fricção da área. Se houver a necessidade, uma lipoaspiração pode ser associada para obter melhores resultados.

No pós-operatório é importante evitar o excesso de movimentos. A tração natural de andar pode prejudicar a qualidade da cicatriz, por isso o repouso é recomendado. Após seis meses é possível visualizar o resultado mais próximo do final.