Fale Conosco Pelo Whatsapp
Avalie Este Post:

Atualmente, a cirurgia plástica apresenta boas soluções para uma série de problemas estéticos. É possível corrigir o nariz, orelhas, rejuvenescer o rosto, bem como aumentar ou reduzir mamas, por exemplo. Porém, mesmo com todas essas opções, não existe um procedimento específico para a obesidade.

Diante disso, muitos pacientes acima do peso perguntam: a obesidade é um impedimento para a realização da cirurgia plástica? Vamos descobrir a resposta!

Existe cirurgia plástica para a obesidade?

Embora a obesidade não seja um fator impeditivo para a cirurgia plástica, não existe um procedimento para solucionar esse problema. Até mesmo a lipoaspiração, que promove a retirada de gordura localizada, não consegue resolver essa questão da obesidade.

O cirurgião não pode simplesmente aspirar a quantidade de gordura que o paciente deseja. Essa limitação acontece por vários motivos. Primeiramente, além das células adiposas o equipamento também aspira sangue. Portanto, a sucção exagerada coloca a pessoa em risco.

Além disso, existe um limite para a superfície corpórea que pode ser aspirada. Por questões de segurança, esse percentual não pode ultrapassar 40%. Em relação ao peso do paciente, o volume lipoaspirado deve ficar entre 5 e 7%. Isso significa que, se uma pessoa pesa 100 kg, ela pode retirar entre 5000 ml e 7000 ml na cirurgia.

Por isso, a lipoaspiração não pode ser considerada uma cirurgia de emagrecimento. Seu objetivo é eliminar pequenos acúmulos de regiões onde a dieta e exercícios não fazem tanto efeito, como por exemplo o culote, a papada e a gordura transaxilar.  Na verdade, para que esse procedimento tenha um bom resultado, o paciente precisa estar em um peso próximo ao ideal.

Também não podemos nos esquecer que, embora a obesidade não impeça a realização da cirurgia plástica, ela é um fator de risco. O médico precisa avaliar com muito cuidado os exames de um paciente realmente acima do peso antes de realizar qualquer procedimento.

Como tratar a obesidade?

A melhor alternativa para o paciente insatisfeito com o próprio peso é procurar um médico e outros profissionais que o auxiliem no emagrecimento. A reeducação alimentar, bem como a prática de exercícios físicos, são essenciais nesse processo. Somente assim a pessoa conseguirá alcançar e manter um índice de massa corporal adequado. Em alguns casos, o profissional recomenda a cirurgia bariátrica para afastar os riscos da obesidade mórbida.

Porém, depois de um grande emagrecimento, a cirurgia plástica realmente tem uma série de opções a oferecer. Existem inúmeros procedimentos para retirar excessos de pele, acabar com a flacidez e garantir um contorno corporal harmônico.

Portanto, se você está lidando com o excesso de peso, não desanime! Procure o tratamento adequado agora para emagrecer com saúde e estabelecer hábitos permanentes de autocuidado. Enquanto isso, continue pesquisando as cirurgias plásticas indicadas para quem eliminou uma quantidade significativa de gordura, estabeleça metas e tenha disciplina. Um dia, chegará a sua vez!

Enquanto você elimina o excesso de gordura, temos uma sugestão: siga nossas páginas no Facebook e Instagram para conhecer mais sobre cirurgia plástica e procedimentos para modelar o contorno corporal! Esperamos você por lá!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)