Felizmente, uma série de avanços estão fazendo a cirurgia plástica se tornar acessível a uma parcela cada vez maior da população. Existem diversos planos de financiamento, além da opção de realizar o procedimento na clínica ou hospital.

Mas afinal, qual dessas opções é melhor para garantir a segurança do paciente? Será que realmente vale a pena escolher a alternativa mais barata para tornar um sonho possível? Descubra a resposta neste post!

Cirurgia plástica na clínica ou hospital?

A decisão sobre o local onde será realizada uma cirurgia plástica depende de diversos fatores. Por isso, além da vontade do médico e do desejo do paciente, é necessário analisar principalmente o porte da cirurgia, os riscos envolvidos, o tempo de duração da operação, as condições de saúde e o tipo de anestesia utilizada

Alguns médicos recomendam e realizam as mais diversas cirurgias plásticas nos consultórios de suas clínicas. Assim, procedimentos como otoplastia e lipoaspiração de pequenos acúmulos de gordura (minilipo), realizadas com anestesia local e sem internação, podem ser feitos nessas instituições.

Porém, mesmo para procedimentos menos complexos, outros médicos ainda preferem o ambiente hospitalar. Descubra o porquê nos tópicos a seguir:

1. Estrutura das instalações

Os hospitais têm um número maior de salas e médicos. Além disso, eles possuem equipamentos que são encontrados apenas nessas instituições, e que podem decisivos em uma eventual assistência emergencial.

É importante deixar claro que as emergências em cirurgias plásticas são muito raras. Afinal, os pacientes passam por toda uma avaliação médica prévia e são operados apenas quando apresentam boas condições de saúde.

No entanto, quanto se trata de nossa saúde e segurança, sempre queremos nos cercar de todas as precauções. Por isso, muitos cirurgiões plásticos recomendam que o procedimento seja feito no hospital.

2. Equipe médica da clínica ou hospital

Mais uma vez, trata-se de uma medida preventiva. Embora as emergências sejam raras, no hospital existem médicos das mais diversas especialidades.

Portanto, se algo imprevisto acontecer durante o procedimento, o paciente pode receber a assistência de diversos profissionais, o que pode ser fundamental para sua recuperação.

A realidade das clínicas é bastante diferente. Eles têm toda a equipe necessária para fazer a cirurgia, porém não contam com especialistas de outras áreas e, em caso de emergência, pode ser necessário transferir o paciente para um hospital.

3. Condições para realizar cirurgias complexas

Algumas cirurgias plásticas são muito simples e podem ser realizadas rapidamente. Para proporcionar conforto e evitar a dor, basta aplicar uma anestesia local e sedar o paciente.

Porém, cirurgias complexas são bem mais longas. Quando há combinação de procedimentos, elas podem durar 4, 5 ou 6 horas, além de exigir a aplicação de anestesia peridural ou geral.

Então, em todos esses casos, o hospital não é a melhor opção, e sim a única. Afinal, eles costumam ser melhor equipados para atender e reverter as raras emergências desse tipo de cirurgia.

Agora você já conhece os principais critérios que levam o médico a recomendar que a cirurgia plástica seja feita em uma clínica ou hospital. Uma opinião é unânime entre os profissionais: o importante é realizar o procedimento em um local aparelhado adequadamente e com uma equipe altamente qualificada.

Ainda ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários e nós responderemos para você!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)