Fale Conosco Pelo Whatsapp

Aumentar o bumbum não é nada fácil! A musculação tem resultados limitados pelo biótipo e que não são definitivos. Diante disso, não faltam pessoas (especialmente mulheres) dispostas a apostarem na bioplastia de glúteos.

Mas você sabe que procedimento é esse? Entende como é feita a bioplastia de glúteos? Se ter um bumbum avantajado é o seu sonho, não perca este post! Ele é essencial para quem planeja realizar esse sonho com segurança.

O que é a bioplastia de glúteos?

A bioplastia ficou conhecida como “cirurgia plástica sem bisturi”. Nesse procedimento, o profissional utiliza uma seringa ou micro-cânula para inserir um material sintético chamado polimetilmetacrilato (PMMA) em alguma região do corpo.

Porém, é importante destacar que esse é um material plástico derivado do acrílico e considerado um implante definitivo. Portanto, sua aplicação deve ser feita sempre com muito cuidado.

As promessas do procedimento são tentadoras: aumentar seios, bumbum e outras áreas do corpo sem cortes. Mas será que o procedimento é seguro?

A bioplastia é segura?

Dependendo da quantidade de produto que o profissional injeta e dos locais do corpo que recebem o procedimento, a bioplastia pode ser feita com relativa segurança.

No entanto, tanto a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) quanto a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) advertem claramente: o procedimento não é indicado para aumentar mamas, glúteos e outras regiões do tronco. Entenda o porquê.

O PMMA deve ser usado em pequenas quantidades

No organismo, o PMMA se comporta de forma completamente diferente de um implante de silicone. Portanto, o profissional só pode utilizar uma pequena quantidade do produto para corrigir deformidades também pequenas. O uso correto mais comum é no rosto e pescoço.

A bioplastia de glúteos gera complicações

Algumas das complicações geradas pelo PMMA são o surgimento de nódulos, infecções e processos de rejeição por parte do organismo. Todas essas situações podem atingir um nível alto de gravidade, levando o paciente a óbito.

Pense no seguinte: o silicone usado nos implantes é formado por um gel coeso, revestido por uma membrana. Ele não se espalha pelo corpo, não contamina tecidos ao redor e nem entra na corrente sanguínea.

Já o PMMA e outros materiais como o silicone industrial não se comportam dessa maneira no organismo. Eles entram na corrente sanguínea, podendo bloquear os vasos.

Assim, se eles provocam esse resultado no pulmão, esse órgão não receberá oxigênio. A obstrução do cérebro, por sua vez, tem todo o potencial para causar um AVC. Outros problemas comuns são gangrena e sepse (infecção generalizada). Como resultado, o paciente vem a óbito.

Não é incomum a pessoa sofrer infecções no local da aplicação. Portanto, algumas consequências são feridas ulceradas e secreção purulenta. Mesmo com tratamento antibiótico, a condição pode evoluir para necrose.

A necrose é a morte dos tecidos ao redor do preenchimento, uma condição extremamente grave. O tratamento é feito com internação e os médicos precisam ir retirando as partes mortas, gerando uma cicatriz muito feia.

Além disso, mesmo que não gere todas essas complicações, a bioplastia dos glúteos pode causar deformações no bumbum. Então, por todos esses motivos, ela definitivamente não é a melhor alternativa para melhorar o corpo.

Existem algumas celebridades no Brasil que tiveram grandes complicações com o PMMA e quase morreram. Portanto, é fundamental aplicar o mínimo possível e apenas quando realmente não houver outra alternativa.

A bioplastia de glúteos apresenta um alto risco

Devido a todas essas possibilidades de riscos, a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos considera a bioplastia de glúteo o tipo mais letal de cirurgia plástica que existe, com a maior taxa de morte entre todos os procedimentos estéticos.

Quem pode utilizar o PMMA?

Entre os pacientes que utilizam o PMMA, e até em uma quantidade um pouco maior, estão os HIV-positivos. Eles sofrem com um problema causado pelos remédios que combatem o vírus e precisam dessa substância para corrigir uma atrofia da gordura facial.

Então, trata-se de uma intervenção muito bem controlada, em pessoas que não têm (por enquanto) outra alternativa para o tratamento. Fora isso, o PMMA só é recomendado, e com bastante cuidado, em quantidades pequenas.

Quem pode aplicar o PMMA com segurança?

A prescrição do PMMA precisa ser feita por alguns especialistas, como cirurgião plástico ou dermatologista. No entanto, o paciente deve se informar no site da SPCP ou na Sociedade Brasileira de Dermatologia para verificar se o profissional realmente é membro dessas sociedades.

O fato de um médico ser membro dessas sociedades é um indicativo de que ele realmente possui essas especializações. Assim, as chances de ter uma prescrição inadequada, que coloca a saúde em risco, são menores.

Quais são os sinais de que a bioplastia de glúteos gerou complicações?

As chances de complicações em uma bioplastia de glúteo são grandes. Então, o paciente que realiza esse tipo de preenchimento precisa ficar atento aos seguintes sinais:

  • vermelhidão;
  • inchaço ou dor no local do preenchimento;
  • perda de sensibilidade;
  • surgimento de feridas;
  • evolução das feridas para uma formação ulcerosa;
  • taquicardia;
  • dificuldade para respirar;
  • pele azulada (sintoma de falta de oxigenação do sangue).

Portanto, caso a pessoa tenha qualquer um desses sintomas, é necessário procurar atendimento médico com urgência. Assim, não importa se ela fez o procedimento há algumas horas ou há anos, pois as complicações podem surgir a qualquer momento.

Como aumentar o bumbum sem a bioplastia de glúteos?

A cirurgia plástica oferece duas opções para aumentar o bumbum. Conheça as vantagens de cada uma:

Gluteoplastia

A única técnica definitiva para aumentar e modelar o bumbum é a gluteoplastia. Portanto, nesse procedimento o médico coloca uma prótese de silicone nos glúteos, exatamente como acontece nos seios.

O procedimento é rápido e extremamente seguro. Além disso, as cicatrizes ficam escondidas no sulco entre as nádegas e não se tornam visíveis nem mesmo se a paciente usa biquíni.

Então, existe sim uma alternativa segura e eficaz para solucionar de uma vez por todas o problema do tamanho do bumbum. A prótese aumenta e modela, garantindo um resultado incrível.

Lipoenxertia dos glúteos

A lipoenxertia também é uma técnica de cirurgia plástica. Porém, geralmente ela está associada a outros procedimentos, como a lipoaspiração. Nesse caso, se torna uma lipoescultura.

Portanto, o médico retira a gordura de uma área onde ela está em excesso (como a barriga, os flancos, costas) e faz o enxerto em outra parte que precisa aumentar o volume e modelar, como o bumbum.

Antes de injetar novamente a gordura, ela passa por um processo de filtragem. Então, trata-se de um material do próprio organismo da pessoa e livre de contaminações.

Porém, a lipoenxertia tem dois fatores que pesam contra o procedimento. O primeiro é que, embora o risco seja baixo, a gordura ainda pode entrar na corrente sanguínea e bloquear vasos, causando até mesmo uma embolia pulmonar.

No entanto, isso não acontece com tanta frequência. Ainda vale a pena destacar que a melhor forma de prevenir qualquer complicação é procurar um cirurgião plástico experiente, certificado pela SBCP.

Mas o fator que mais depõe contra a lipoenxertia é o resultado. Diferentemente da gluteoplastia, ele não é definitivo. Afinal, como o médico retira a gordura do próprio corpo, o organismo a absorve.

Assim, ao longo do tempo o volume obtido por meio da lipoenxertia desaparece, pelo menos em grande parte. Por isso, ela não é a melhor solução para aumentar definitivamente o bumbum.

Agora você já sabe que a bioplastia de glúteos pode colocar sua vida em risco e que a lipoenxertia não é uma solução duradoura. Então, que tal saber mais sobre a gluteoplastia? Continue aqui no blog e confira nosso post completo!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)