Fale Conosco Pelo Whatsapp

Comum, mas difícil de tratar — é assim que muitos médicos descrevem a hipotonia cutânea ou flacidez tissular, um problema que mais cedo ou mais tarde atinge todos nós.

Ficou curioso para saber se você também tem esse problema e se é possível resolvê-lo? Então, continue a leitura! Vamos explicar as causas da flacidez tissular, bem como o que funciona ou não para devolver a firmeza da pele. Veja a seguir!

O que é flacidez tissular?

Trata-se da flacidez da pele, causada quando esse órgão perde suas fibras de sustentação, tornando-se frouxo. Essa condição é relativamente comum a partir dos 30 anos de idade, quando os sinais de envelhecimento começam a aparecer.

Na flacidez tissular, não são os músculos que perdem seu tônus (estado perfeito de tensão). Portanto, mesmo que o tecido muscular esteja firme, aparecem dobras ou excesso de pele no rosto, abdômen, glúteos, braços e coxas.

Por que a pele se torna flácida?

A pele pode se tornar flácida por uma série de motivos. Eles são classificados como intrínsecos (de dentro do organismo) ou extrínsecos (causados por fatores externos). Então, entenda a diferença:

Fatores intrínsecos para a flacidez tissular

O envelhecimento é fator intrínseco que causa a flacidez da pele. Naturalmente, à medida que ficamos mais velhos, nosso organismo muda em uma série de aspectos. Uma dessas alterações é o atraso no ritmo de um processo chamado síntese proteica.

De forma bastante simplificada, podemos dizer que o corpo não consegue repor proteínas com a mesma velocidade com que elas se degradam. Assim, as fibras de colágeno se tornam mais espessas. A elastina também perde parte de sua capacidade de se estender e voltar ao formato original. O dano a essas estruturas causa a flacidez.

Fatores extrínsecos que causam flacidez na pele

Além disso, outros fatores agravam a ocorrência da flacidez tissular. Os principais são o hábito de fumar, grandes emagrecimentos ou efeito sanfona, gestações e má nutrição. Até mesmo o excesso de exposição ao sol pode acelerar esse processo.

Por que é difícil tratar a flacidez tissular?

A maior dificuldade para tratar a flacidez tissular está relacionada à irreversibilidade do problema a partir de um determinado ponto de degradação. Na verdade, a elasticidade da pele é avaliada de acordo com diferentes estágios.

Assim, pessoas mais jovens ou menos expostas aos fatores extrínsecos de flacidez costumam estar na fase elástica. Portanto, a pele ainda é resistente e o tecido volta ao formato normal depois que é submetida a alguma tensão ou estiramento.

Na fase de flutuação, essa realidade começa a mudar. Então, a pele pode ser estendida até um determinado limite, mas não volta à configuração inicial.

A partir da fase de plástica, acontece uma deformação permanente no tecido. Portanto, a pele se comporta como um elástico que foi esticado demais: as fibras se rompem, impossível retornar à configuração inicial e existe uma queda (flacidez).

Finalmente, a pele pode chegar a um estágio ainda mais grave: o ponto de ruptura. O tecido não suporta a pressão e se “rasga”, formando estrias.

Como solucionar a flacidez da pele?

É muito mais fácil prevenir a flacidez do que solucioná-la. Cremes e tratamentos ajudam a preservá-la antes de chegar à fase plástica, ou pelo menos desaceleram esse processo.

Porém, grande parte das pessoas só descobre isso depois que os anos se passaram e os efeitos do tempo já chegaram. Assim, depois que a flacidez foi instalada, os tratamentos não são eficazes para solucionar o problema. Alguns até conseguem melhorar a qualidade da pele e desacelerar perdas posteriores, mas não revertem a queda anterior.

Como solucionar a flacidez, então?

Até hoje, a única alternativa realmente eficaz para solucionar a flacidez tissular é a cirurgia plástica. Portanto, o médico precisa fazer incisões estratégicas, retirar o excesso de pele e remodelar a área, deixando-a novamente lisa e firme.

Felizmente, a cirurgia plástica evoluiu bastante. Existem técnicas extremamente eficientes e seguras, que garantem resultados rápidos e muito satisfatórios. Assim, procedimentos como lifting de rosto, pescoço, mamas, braços e coxas estão se tornando cada vez mais populares.

E para você, qual é a região do corpo em que a flacidez mais incomoda? Fica triste ao olhar para o espelho e ver o rosto envelhecido? Quer saber mais sobre os procedimentos de rejuvenescimento facial? Continue no blog e confira nosso post completo sobre esse tema!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)