Fale Conosco Pelo Whatsapp

Entre as cirurgias plásticas feitas no Brasil, ela está entre as campeãs. Embora seu nome oficial não seja tão conhecido, esse procedimento realiza o sonho das mulheres que querem ficar com os seios — e a autoestima — lá em cima! Está curiosa para saber de qual intervenção estética estamos falando? Então, continue a leitura e descubra o que é mastopexia e como ela pode ser a solução para o seu problema!

O que é mastopexia?

Se você ainda não sabe o que é mastopexia, talvez já tenha ouvido falar no outro nome desse procedimento: o lifting de mamas. Trata-se da cirurgia plástica que tem como finalidade reposicionar as mamas para uma posição mais alta. Então, ela corrige os seios caídos. Para isso, o médico retira o excesso de pele que causa a flacidez, remodelando completamente a região.

Como é feita a mastopexia?

Os detalhes do procedimento dependem do nível de flacidez apresentado pela paciente. Assim, se ela tem as mamas um pouco caídas, é possível que o médico faça essa correção apenas com um pequeno corte em volta da aréola. A seguir, o cirurgião retira uma extensão mínima de pele, de até 3 centímetros, e remodela facilmente a mama.

Porém, em boa parte dos casos é preciso retirar uma quantidade maior de pele. Isso é necessário para corrigir a flacidez moderada ou acentuada. Para essas situações, o médico tem duas opções:

Incisão periareolar e vertical: o corte é feito em volta da aréola e também no sentido vertical, em direção à base dos seios. Esse procedimento é indicado quando o objetivo é levantar o bico do seio, mas não é necessário retirar uma quantidade muito grande de pele. Assim, a cicatriz fica com o formato semelhante ao de um pirulito.

Incisão em T invertido: nesses casos é necessário retirar uma quantidade maior de pele. Então, o médico faz o corte em vota da aréola, outro verticalmente na direção da base do seio e finalmente, mais um no sulco abaixo da mama. Dessa forma, a incisão e a cicatriz têm o formato de uma âncora.

Basicamente, o lifting de mamas é a retirada estratégica do excesso de pele para remodelar o seio e corrigir a flacidez. Muitas vezes, a paciente recebe a anestesia peridural combinada com sedação. O procedimento é realizado em um hospital com toda a estrutura necessária para atendimento.

Para quem a mastopexia é indicada?

Agora que você já sabe o que é mastopexia e como ela é feita, deve estar se perguntando para quem é indicada. Como pode imaginar, muitas mulheres têm uma grande insatisfação com a posição das mamas, que se tornam flácidas e caídas.

As razões para isso são muitas: existe o fator genético, que interfere na aparência das mamas. Também não podemos nos esquecer que as mulheres estão bastante sujeitas a alterações no formato do corpo ao longo da vida. A gravidez, por exemplo, costuma deixar os seios maiores. Depois do período de amamentação o tamanho volta ao normal, mas nem sempre a pele se retrai, causando a flacidez.

Além disso, um número grande de mulheres procura a mastopexia depois de perder muito peso. Como consequência, as mamas ficam caídas, prejudicando esteticamente a aparência de alguém que acabou de conquistar um corpo esbelto.

Finalmente, existe a questão da idade. Com o tempo, é natural que a nossa pele já não tenha a mesma firmeza e capacidade de sustentação. Assim, os seios sofrem a ação da lei da gravidade com muito mais intensidade. Nesses casos, a mastopexia também é recomendada para elevar os seios.

Os resultados da mastopexia são sempre satisfatórios?

As mulheres têm biotipos e necessidades diferentes. Então, naturalmente os resultados da cirurgia variam de acordo com características pessoais. No caso de muitas pacientes, basta o médico remodelar as mamas para que elas fiquem satisfeitas, com os seios empinados e bem projetados para a frente.

Porém, em outras situações, a mastopexia não é suficiente para solucionar o problema. Existem mulheres que também não estão satisfeitas com o volume dos seios. Eles são pequenos demais quando comparados à estrutura corporal.

Outras vezes, o cirurgião avalia a paciente e conclui que o resultado da cirurgia não será satisfatório. Ele percebe que, depois que a parte flácida for retirada, a mulher ficará com pouco volume nas seios. Existe a inda a possibilidade de as mamas ficarem com uma consistência pobre, ou seja, sem a firmeza desejada.

Porém, isso não é problema, pois é possível combinar técnicas. Em todos esses casos, o médico planeja a retirada de parte da pele, mas aproveita o procedimento para inserir um implante de silicone. Esse tipo de cirurgia, chamada de mastopexia com prótese, também é muito requisitada nos consultórios.

Enfim, para cada caso existe uma técnica apropriada. Quer a mastopexia seja feita com prótese ou sem prótese (lógico que com a orientação do cirurgião), a paciente ficará com os seios empinados, firmes, bem modelados e perfeitos! A diferença entre o antes e depois é inquestionável!

Como fica a cicatriz da mastopexia?

Mesmo depois de saberem o que é mastopexia, algumas mulheres ficam com receio de fazer a cirurgia. Elas temem que as cicatrizes fiquem em evidência, prejudicando a aparência dos seios.

Na verdade, não há porque se preocupar! Como vimos, não existe um único tipo de cicatriz no caso da mastopexia. Afinal, o formato e a localização dependem da técnica utilizada pelo médico. Essa escolha é feita com base no grau de flacidez e na quantidade de pele que precisa ser retirada.

Porém, mesmo que você precise utilizar a técnica que retira mais pele, não se preocupe! Com os devidos cuidados no pós-operatório, a pele se recupera gradualmente e as cicatrizes ficam bastantes discretas. Além disso, elas ficam escondidas sob a lingerie e ou biquíni, de forma que ninguém perceberá que houve uma intervenção cirúrgica ali.

Tenha certeza de que uma cicatriz discreta incomoda muito menos que mamas flácidas. Com seios empinados e firmes, você se sentirá segura e confiante para usar blusas mais justas, roupas decotadas, biquínis e peças que não combinam com o uso do sutiã.

E por falar em sutiã, você finalmente não precisará mais recorrer às peças grandes e incômodas que geralmente são utilizadas por mulheres que querem disfarçar os seios caídos, causando compressão, marcando a pele e trazendo desconforto.

Pronto, agora você não só sabe o que é mastopexia como também já descobriu que pode deixar seus seios lindos e sensuais outra vez. Gostou do post? Quer saber mais? Siga-nos no Facebook e no Instagram para acompanhar as novidades do blog! Esperamos você nas redes sociais!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)