O sucesso de qualquer cirurgia plástica não depende apenas da técnica utilizada pelo médico ou de sua reconhecida experiência. Existem alguns cuidados que, tanto no período pré-operatório quanto pós-operatório, contribuem para o bom resultado. Por isso, decidimos tratar desse assunto neste post. Vamos abordar o que a paciente deve fazer para se preparar para a mastopexia antes e depois da cirurgia. Confira!

Mastopexia antes e depois: o preparo para a cirurgia

A mastopexia é a cirurgia feita para remodelar as mamas. Seu objetivo é retirar a pele e gordura em excesso a fim de levantar os seios e corrigir a flacidez. Em alguns casos, também é necessário retirar uma parte da glândula mamária. Portanto, depois desse procedimento — também chamado de lifting de mamas — a paciente fica com os seios lindos e empinados. Assim, a aréola é reposicionada e fica bem centralizada, apontando para a frente.

Esse tipo de cirurgia é muito procurada por mulheres que tiveram uma queda dos seios ao longo do tempo. Essa condição pode ter sido causada naturalmente pelo envelhecimento ou por outros fatores. Grandes emagrecimentos, por exemplo, causam flacidez. Hereditariedade, gestações e amamentações também estão entre os fatores que causam a ptose das mamas.

Portanto, se você também percebe que seus seios estão caídos, essa pode ser a cirurgia ideal para solucionar seu problema. Nesse caso, saiba que fazer no pré-operatório:

1. Procure um cirurgião plástico

Primeiramente, é fundamental começar esse processo procurando um bom médico. Ele deve ter especialização nessa área, o que você pode conferir no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Caso o nome do cirurgião não esteja lá, busque outra alternativa. Isso significa que, infelizmente, ele não está habilitado a realizar esse tipo de intervenção com qualidade e segurança.

2. Passe por uma avaliação presencial

O cirurgião plástico jamais se propõe a fazer um procedimento sem avaliar uma pessoa presencialmente. É durante a consulta que ele analisa as características do corpo da paciente e identifica quais são as intervenções necessárias para solucionar seus problemas. Então, ele explica como são feitos os procedimentos e os resultados que podem ser esperados em cada um deles.

Também não se esqueça de levar uma lista com as suas dúvidas. O ideal é que você tenha total liberdade para conversar francamente com o médico e sair do consultório completamente segura. Depois desse processo, ele a orientará quanto à preparação para a cirurgia.

3. Realize os exames

Antes da cirurgia, o médico solicitará alguns exames. No caso da mastopexia, é provável que ele peça:

  • hemograma;
  • coagulograma;
  • ureia;
  • glicemia de jejum;
  • creatinina;
  • ultrassonografia de mamas e axilas;
  • mamografia (para mulheres acima de 35 anos);
  • eletrocardiograma.

Ainda é possível que o cirurgião peça exames que detectam processos alérgicos, porém isso nem sempre é comum. A lista de exames também pode aumentar, de acordo com o histórico da paciente. Em outros casos, ele solicita que outros médicos (cardiologista, por exemplo), avaliem o risco cirúrgico. Assim, com todos esses dados, o médico consegue verificar se a mulher pode ser submetida ao procedimento com segurança.

4. Suspenda o uso do cigarro

O fumo prejudica a circulação do sangue, a oxigenação dos tecidos e, consequentemente, a cicatrização. Por isso, é importante parar de fumar o quanto antes mas, se a paciente tiver muita dificuldade, deve suspender o cigarro pelo menos 30 dias antes da cirurgia.

5. Use apenas os medicamentos liberados

Alguns remédios devem ser evitados antes da cirurgia. Os anticoagulantes, por exemplo, podem aumentar a chance de sangramentos durante o procedimento e o pós-operatório. Também é comum os médicos suspenderem o ácido acetilsalicílico (AAS, aspirina), Ginkgo Biloba e fórmulas para emagrecimento.

6. Programe-se para o pós-operatório

Nos dias após a cirurgia, você precisará de ajuda para realizar as atividades diárias e da casa. Por isso, é fundamental se programar para esse período e deixar tudo pronto para cumprir o repouso com tranquilidade. Também é preciso se afastar do trabalho durante o pós-operatório. Então, marque o procedimento com antecedência e tome todas as providências necessárias.

7. Compareça preparada no dia da cirurgia

Nos dias que antecedem à cirurgia, você deve ter uma alimentação equilibrada e evitar bebidas alcoólicas. Além disso, ao se apresentar para o procedimento é necessário estar em jejum há pelo menos 8 horas. Outras instruções importantes são comparecer com um acompanhante maior de idade, levar os documentos e exames solicitados e estar sem maquiagem e esmaltes.

Mastopexia antes e depois: o período pós-operatório

Os cuidados pós-operatórios são tão importantes para a boa recuperação da paciente quanto a própria cirurgia. Assim, seguir as recomendações do médico garante que você tenha uma cicatrização tranquila e o procedimento fique com o resultado final desejado.

Por isso, selecionamos os principais cuidados relacionados a esse período:

1. Use o sutiã pós-cirúrgico

O sutiã pós-cirúrgico é tão importante para o bom resultado da mastopexia que a paciente já sai da sala de cirurgia vestindo essa peça. Portanto, não deixe de usá-lo o tempo inteiro nos primeiros 30 dias, exatamente como o médico indica. As pacientes devem retirá-lo apenas a fim de tomar banho, e permanecer com ele até mesmo para dormir.

O sutiã pós-cirúrgico tem uma série de benefícios: ele controla o inchaço com sua compressão, mantém as mamas no lugar adequado e ajuda a modelá-las, evita o sangramentos e as dores, favorece a cicatrização, entre outras vantagens. Então, faça dele seu principal aliado na recuperação.

2. Limite a movimentação dos braços

Durante a recuperação da mastopexia, acontece um processo de cicatrização interna e externa. Assim, durante o pós-operatório, o ideal é que a paciente evite movimentos que forcem os pontos ou provoquem um atrito desnecessário nos tecidos operados. Por isso, não levante seus braços acima da altura dos ombros. Também evite a torção do tronco e mexa-se cuidadosamente.

3. Cumpra o período de repouso

A mastopexia tem uma recuperação rápida. No entanto, no período estabelecido pelo médico, a paciente deve cumprir o repouso. Para isso, ela deve se afastar do trabalho e não realizar atividades domésticas. Esforço e carregamento de peso estão proibidos! Assim, aproveite para descansar, cuidar de si mesma e garantir o melhor resultado possível para a cirurgia.

4. Durma de barriga para cima

Essa é a posição que deixa os seios mais estáveis. Por isso, ela é recomendada para esse período de recuperação. Além disso, os médicos recomendam que a paciente deixe as costas um pouco mais altas, com travesseiros adicionais, para não “esticar” a região do corte.

5. Utilize a medicação prescrita

O pós-operatório da mastopexia é tranquilo, porém o médico receita remédios para evitar dores e aliviar o desconforto. Use-os de acordo com a prescrição.

6. Evite grandes esforços

Você poderá retomar a sua rotina de atividades físicas de acordo com a orientação médica. Então, na maioria das vezes, eles permitem as caminhadas e exercícios para os membros inferiores cerca de 15 dias após a cirurgia. Porém, esse período depende do seu ritmo de recuperação. Também é necessário aguardar pelo menos 60 dias a fim de exercitar o tórax e braços.

7. Retorne ao médico

O acompanhamento é essencial para uma boa recuperação. Por isso, volte ao consultório nas datas estabelecidas pelo cirurgião. Ele fará outras recomendações de acordo com as suas necessidades e orientará o procedimento quanto à higienização da área operada e curativos.

Entendeu o que a paciente deve fazer na mastopexia antes e depois da cirurgia? Quer saber mais sobre as cirurgias plásticas para as mamas? Então, comece a seguir nossas páginas no Facebook e Instagram para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das novidades!