Fale Conosco Pelo Whatsapp
Avalie Este Post:

Você já ouviu a respeito do transplante capilar FUE? Trata-se de uma técnica revolucionária de transplante capilar que reverte a calvície por meio de um processo minimamente invasivo. Ficou interessado? Vamos explicar como ele funciona!

O que é transplante capilar FUE?

Essa é uma sigla para Follicular Unit Extraction (Extração de Unidades Foliculares). Trata-se de uma técnica que garante excelentes resultados, de forma indolor e eficaz. Entenda quais são os passos para sua realização:

1. Definição das áreas doadoras e receptoras

Analisando as diferentes áreas da cabeça do paciente, o cirurgião delimita as zonas doadoras e receptoras. A região de onde as unidades foliculares serão doadas é raspada total ou parcialmente.

2. Extração das unidades foliculares

Após a aplicação da anestesia na área doadora, o cirurgião usa um instrumento chamado punch para retirar as unidades foliculares. Essa é uma espécie de bisturi de bordas cilíndricas, com menos de 1 milímetro de diâmetro. Portanto, ele extrai trechos realmente muito pequenos do couro cabeludo.

Então, o cirurgião retira essas áreas com pinças extremamente delicadas, causando o mínimo de trauma possível. Assim, o médico define a quantidade de unidades foliculares que serão extraídas de acordo com a densidade de cabelo que o paciente tem na área doadora e também com a extensão que precisa ser coberta na área calva.

3. Preparação e conservação das unidades foliculares

Enquanto as unidades foliculares não são colocadas na área receptora, elas são conservadas e preparadas. Portanto, elas são mantidas hidratadas e em uma temperatura ideal. Assim, sua sobrevivência é garantida.

4. Implantação das unidades foliculares

Nessa etapa do transplante capilar FUE, o cirurgião anestesia a zona receptora. Então, ele faz vários orifícios. Dessa forma, ele implanta as unidades foliculares uma a uma, utilizando um instrumento chamado de implantador.

As incisões milimétricas são feitas com agulhas ou lâminas de microcirurgia. Portanto, depois do transplante capilar FUE, elas ficam praticamente invisível. Além disso, a profundidade do corte também não ultrapassa à da unidade folicular. Por isso, não ocorrem lesões nos vasos sanguíneos do couro cabeludo.

Quais são as vantagens do transplante capilar FUE?

Trata-se de uma técnica minimamente invasiva. Portanto, as cicatrizes ficam imperceptíveis depois do processo de recuperação. Esse tipo de transplante também permite definir a angulação de crescimento dos fios, sua direção, distribuição e densidade. Assim, o resultado fica muito natural.

Com cortes mínimos, a área doadora se recupera rapidamente. O paciente também não tem nenhum corte grande, dores ou um incômodo significativo após a recuperação. O retorno às atividades é bastante rápido. Os novos fios de cabelo começam a nascer cerca de 4 meses de pois da cirurgia, mas o resultado final aparece ao final de aproximadamente 12 meses.

Quem pode utilizar essa técnica?

Muitos médicos afirmam que esse é o procedimento de transplante capilar mais indicado para a maioria dos casos. Porém, só o cirurgião habilitado pode definir se é possível fazer uma boa cobertura da área receptora a partir da quantidade de cabelo presente na região doadora.

O transplante capilar FUE também é visto como uma solução definitiva, pelo menos para a maioria dos pacientes. Porém, isso depende do planejamento correto da cirurgia, bem como de um plano de tratamento efetivo antes e depois  do procedimento.

Gostou da opção? Quer conhecer melhor essas e outras opções para solucionar o problema da calvície? Confira nosso post completo sobre transplante capilar!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)