A tecnologia possibilitou o acesso às informações sobre cirurgia plástica de forma mais ampla e por mais pessoas. Ela também está presente nos softwares utilizados nos consultórios de cirurgia plástica para simular os resultados de “antes e depois” dos pacientes. Esta tecnologia possibilita ao paciente um completo entendimento sobre como será o tratamento.

Vamos além: a tecnologia se apresenta na qualidade das próteses de silicone, que avançaram largos passos ao longo dos anos, e que traz muito mais segurança atualmente. As várias opções de prótese também permitiram que um aspecto mais natural fosse conquistado.

Na rinoplastia, por exemplo, ficou para trás a época em que tampões impediam a respiração no pós-operatório. Esse curativo era temido e fazia com que pacientes desistissem do procedimento. Atualmente, apenas um pequeno curativo externo é colocado para manter cartilagem e ossos alinhados, o que traz um maior conforto ao paciente.

A qualidade e a precisão dos exames também são fundamentais para a segurança para os cirurgiões plásticos e pacientes, que podem analisar criteriosamente o procedimento a ser realizado. A tecnologia está à nossa disposição para utilizarmos a favor da cirurgia plástica, vamos aproveitar!