Fale Conosco Pelo Whatsapp

A mulher não tem um dia de paz! Como se não bastassem a flacidez e a gordura localizada, estrias e celulite completam o combo de incômodos estéticos que, infelizmente, fazem parte da nossa vida.

Mas você sabia que existem formas de combater esses problemas? Neste post, vamos contar quais são as causas e, principalmente, os tratamentos disponíveis para viver livre deles.

Ficou interessada? Então, continue a leitura!

O que causa as estrias e celulite?

É importante entendermos que estrias e celulite são problemas completamente diferentes. Nós costumamos falar deles juntos porque realmente poucas mulheres se livram dessa dupla, mas suas causas são distintas. Vamos entender melhor?

O que são estrias?

Estrias são cicatrizes lineares que se formam quando, devido ao estiramento excessivo da pele, ocorrem danos às fibras de colágeno e elastina que fazem parte da composição da derme.

Geralmente, as estrias surgem a partir da formação de uma linha roxa ou avermelhada que indica o rompimento das fibras. Embora essas marcas roxas causem um incômodo maior, elas representam uma condição melhor para o tratamento.

As marcas vermelhas ou roxas indicam que as estrias ainda são novas. Portanto, elas são capazes de produzir uma resposta melhor aos procedimentos indicados para tratá-las.

Porém, ao longo do tempo, as estrias desbotam e passam a formar uma cicatriz branca. Neste caso, embora haja um contraste menor com a pele, elas apresentam mais dificuldade para responder ao tratamento.

Embora homens também possam ter estrias, estatisticamente as mulheres são mais atingidas pelo problema. O motivo para isso é um conjunto de fatores genéticos, hormonais e ambientais.

Quais são os principais fatores que provocam o estiramento da pele?

Existem diversos fatores que provocam o estiramento da pele e, consequentemente, podem levar ao surgimento de estrias. Entre os principais, podemos destacar:

Crescimento rápido

As estrias relacionadas ao crescimento costumam surgir na puberdade. Assim, devido ao estirão e desenvolvimento de regiões específicas do corpo, como seios e quadris, as meninas podem desenvolver estrias nesses locais.

Ao longo da vida, pode acontecer um processo semelhante com pessoas que ganham massa muscular rapidamente. O crescimento dos músculos causa a distensão da pele e, consequentemente, o surgimento de estrias.

Variações bruscas no peso

Quando a pessoa aumenta seu peso gradualmente, embora isso não seja bom para a saúde, a pele consegue se esticar aos poucos. Então, o risco de desenvolver estrias se torna menor.

Porém, quando o aumento de peso acontece de forma muito rápida, a pele não tem tempo para se adaptar. Ela se estira bruscamente e, quando a necessidade de distensão ultrapassa a capacidade das fibras de colágeno e elastina, elas se rompem.

Gravidez

A gravidez é um momento da vida da mulher em que o surgimento de estrias é bastante comum. Afinal, a pele do abdômen se estica à medida que o bebê cresce e, especialmente nos últimos meses, esse crescimento costuma ser acelerado.

Condições médicas

Algumas condições médicas, como a síndrome de Marfan e a síndrome de Cushing, podem causar estrias no paciente. Além disso, a probabilidade de estiramento da pele também aumenta quando a pessoa utiliza alguns medicamentos.

Entre as medicações que aumentam a possibilidade de estrias estão os corticosteroides, que reduzem a capacidade da pele para se esticar de acordo com as demandas do organismo.

O que é a celulite?

A celulite, por sua vez, é uma condição em que a pele, devido à presença de uma camada de gordura que pressiona os ligamentos, apresenta a aparência de uma casca de laranja ou queijo cottage.

Para entender como a celulite se forma, é importante compreender a estrutura da pele. Nós temos esta camada superficial, que vemos e que tem contato com o mundo externo.

Porém, para que a camada superficial da pele fique ligada à camada subcutânea e, desta forma, tenha aderência aos tecidos subjacentes, como músculos, existe um conjunto de ligamentos, como se fossem elásticos, que mantêm uma estrutura presa à outra.

No entanto, quando as células de gordura que se localizam entre a superfície da pele e sua camada subcutânea aumentam seu tamanho, elas querem ocupar um espaço cada vez maior.

Esse crescimento das células pode acontecer tanto por aumento da gordura corporal quanto por acúmulo de líquido e toxinas. De qualquer forma, elas vão se projetar, pois estão se expandindo.

Enquanto isso, os ligamentos puxam a pele, criando uma tensão ― a gordura empurra a pele para fora, o ligamento puxa a pele para mais perto dos músculos. Assim, a pele fica ondulada e irregular.

Quais são os principais fatores que contribuem para o surgimento da celulite?

Existem vários fatores que contribuem para o desenvolvimento da celulite, incluindo:

Genética

Já se sabe que a genética é um fator que aumenta a predisposição a desenvolver celulite. No entanto, embora a genética aumente essa probabilidade, ela não determina se uma pessoa terá o problema ou não.

Isso significa que não é porque sua mãe, avó ou tias tinham celulite que você obrigatoriamente terá esse problema. Porém, seu corpo tem mais facilidade para desenvolvê-la e evitá-la exigirá ainda mais autocontrole em relação aos fatores ambientais.

Estilo de vida

Esses fatores ambientais são o nosso estilo de vida. Portanto, uma alimentação inadequada, a escolha de fumar ou consumir bebidas alcoólicas, a má qualidade do nosso sono e o sedentarismo aumentam as chances de desencadear uma celulite.

Alterações hormonais

Alterações hormonais também contribuem para o aparecimento da celulite. Embora possam acontecer em qualquer período da vida, elas são mais comuns na puberdade, gravidez e menopausa.

As mulheres que usam anticoncepcionais também promovem uma alteração hormonal em seu organismo. Isso aumenta a probabilidade de surgimento da celulite.

Como tratar estrias e celulite?

Nem sempre é possível eliminar completamente as estrias ou a celulite. Porém, existem tratamentos para amenizar esses problemas. Conheça algumas opções:

Existe cirurgia plástica para celulite e estrias?

É importante destacar que não existe uma cirurgia plástica para eliminar estrias. Porém, caso elas estejam em uma área do corpo que apresenta flacidez, é possível retirá-las ao realizar um lifting.

Um bom exemplo é o das estrias que se formam na parte inferior do abdômen durante a gravidez. Muitas mulheres, além dessas cicatrizes, também apresentam um excesso de pele nesta região.

Então, quando o cirurgião realiza uma abdominoplastia, ele retira justamente o mesmo trecho de pele. Consequentemente, as estrias que haviam se formado no local são eliminadas também.

No caso da celulite, não existe uma cirurgia plástica para eliminá-la, mas um procedimento médico que pode, sim, amenizar muito este problema. Trata-se da subcisão.

Neste procedimento, o médico insere uma agulha fina sob a pele e rompe as bandas de tecido conjuntivo (ligamentos) que causam as depressões. Isso melhora o aspecto da região, mas os resultados não são permanentes.

Quais são os procedimentos estéticos para o tratamento de estrias?

Microdermoabrasão

Na microdermoabrasão, um dispositivo remove, por fricção e raspagem, a camada superior da pele. O corpo, então, regenera esta região, o que pode reduzir a visibilidade das estrias mais claras.

Microagulhamento

No tratamento com microagulhamento, o profissional utiliza pequenas agulhas para perfurarem a pele da paciente. Esta lesão controlada faz com que o corpo produza colágeno, melhorando a qualidade e a aparência do tecido.

Lasers e terapia de luz pulsada intensa (IPL)

Embora sejam diferentes, esses dois procedimentos utilizam o mesmo princípio. Eles direcionam luz para a região a ser tratada, promovendo um aquecimento que atinge a pele, lesionando os tecidos.

Assim, em resposta a esta lesão, o tecido aumenta a produção de colágeno e elastina, melhorando a qualidade e tornando quaisquer marcas mais suaves, inclusive as de estrias.

Quais são os procedimentos estéticos para tratar celulite?

Terapia a laser e radiofrequência

Tanto o laser quanto a radiofrequência aquecem camadas um pouco mais profundas da pele para reduzir o tamanho das células de gordura. Além disso, eles também estimulam a produção de colágeno no local.

Para obter um efeito satisfatório e melhorar a aparência da celulite, a paciente precisa realizar várias sessões e também uma manutenção periódica.

Ultrassom

O aparelho de ultrassom emite ondas sonoras que, ao atingirem as células de gordura, rompem suas membranas e facilitam sua eliminação pelo corpo. Isso pode ajudar a reduzir o aspecto casca de laranja.

Endermologia

A endermologia é uma massagem mecânica realizada por um dispositivo que suga, aperta e puxa a pele. Desta forma, ele estimula tanto a circulação sanguínea quanto a linfática, fazendo com que o tecido elimine toxinas e reduza a aparência de celulite.

Criolipólise

A criolipólise é um procedimento em que o equipamento resfria um tecido até atingir temperaturas muito baixas. Assim, ele programa as células de gordura para morrerem, gerando um processo chamado de apoptose.

Assim como os outros procedimentos estéticos, a criolipólise requer várias sessões para que o resultado do tratamento seja satisfatório.

Perfect Glúteo

Embora a celulite possa aparecer em diversos locais do corpo, sem dúvida o bumbum é uma das áreas em que ela causa mais incômodo. Por isso, alguns tratamentos são desenvolvidos especificamente para os glúteos.

Este é o caso do Perfect Glúteo, um protocolo que a Clínica Master Health também aplica. Trata-se de um blend de substâncias injetáveis que consegue reduzir a celulite e deixar o bumbum muito mais lisinho.

E não é só isso! O Perfect Glúteo também consegue levantar e volumizar suavemente o glúteo, ajudando até mesmo a corrigir seu formato. Por isso, existem protocolos de aplicação diferentes para o bumbum quadrado, bumbum redondo, bumbum em formato de V ou de coração.

Os benefícios deste tratamento são muito grandes e, por esse motivo, embora a Clínica Master Health tenha adotado o protocolo recentemente, ele já se tornou um dos queridinhos das nossas pacientes.

Quer saber mais sobre este protocolo e como ele pode ajudar você a conquistar um bumbum firme, mais lisinho, com menos celulite e bem modelado? Então, continue aqui no blog e confira nosso post completo sobre o Perfect Glúteo.

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)