Embora aumentar a comissão de frente tenha se tornado moda nas últimas décadas, as brasileiras são conhecidas por terem um bumbum avantajado, que chama a atenção no mundo inteiro. Mas e quem não tem essas curvas, o que pode fazer? A solução é a gluteoplastia!

E você, conhece essa cirurgia? Sabe o que pode ser feito para deixá-o com o bumbum dos sonhos: volumoso, firme e empinadinho? Então, não perca este post! Vamos contar como ter um corpão brasileiro sem correr riscos!

Gluteoplastia: a cirurgia para aumentar o volume do bumbum

A gluteoplastia é uma cirurgia muito simples. O procedimento é bastante parecido com aquele que é feito para colocar silicone nos seios. Portanto, o médico faz uma abertura na parte interna das nádegas, coloca a prótese e sutura.

Esse procedimento é feito com anestesia e em um centro cirúrgico. Assim, o paciente é atendido com toda a segurança que precisa, inclusive para o caso de ocorrer alguma emergência. As próteses de silicone são feitas com o mesmo material dos implantes mamários, ou seja, são resistentes e duráveis.

E se você pensa que só as mulheres recorrem a essa cirurgia, está muito enganado! Atualmente, muitos homens também se sentem incomodados quando não têm um bumbum proporcional ao corpo. Então, eles colocam próteses para aumentar o volume dessa região.

Cuidados após colocar a prótese de bumbum

O principal cuidado dos pacientes em relação à gluteoplastia diz respeito ao pós-operatório. A região operada não deve ser pressionada para evitar a ruptura de pontos, o deslocamento da prótese e para facilitar o processo de cicatrização.

Por isso, o paciente realmente precisa dedicar um período que varia entre 15 e 20 dias para sua recuperação. Assim, durante esse tempo, ele não poderá voltar a trabalhar, já que não deve fazer esforço físico e nem permanecer sentado. Até mesmo no momento de deitar deve-se ficar de bruços, para não pressionar a região da prótese de silicone.

Outros cuidados importantes para quem fez a gluteoplastia são:

Higiene

A área da incisão é entre a nádegas. Por isso, é importante higienizar bem o local de acordo com a orientação do médico, para evitar qualquer tipo de contaminação por bactérias comuns na região do ânus. O corte deve ficar coberto com a fita micropore, que pode ser limpa com álcool 70%.

Repouso moderado

O paciente deve permanecer em repouso e não pode realizar esforço físico. Porém, ele precisa levantar-se periodicamente, caminhar dentro de casa e estimular a circulação sanguínea. Esse cuidado evitará a trombose e a embolia pulmonar.

Evitar o sol e a piscina

É importante evitar o sol, pois o calor aumenta o inchaço e prejudica a cicatrização. O aquecimento da região também favorece os sangramentos, e por isso o melhor é permanecer em ambientes frescos e protegidos da luz solar. A piscina, bem como qualquer outro tipo de banho de imersão também ficam proibidos por 30 dias.

Utilizar a malha cirúrgica

O paciente precisa utilizar a malha cirúrgica por 2 meses. Ela deve ser comprada de acordo com as especificações médicas e serve para estabilizar a região operada, reduzir o inchaço e facilitar o processo de cicatrização. Portanto, trata-se de uma peça essencial para uma boa recuperação.

Retorno gradual às atividades

Para retornar às atividades de rotina, o paciente precisa esperar a liberação médica. Geralmente, ele consegue voltar a dirigir depois de 30 dias e retoma os exercícios físicos em 2 meses.

Cuidado com injeções

Após a gluteoplastia, o paciente deve evitar tomar injeção nas nádegas. As agulhas podem causar cortes muito pequenos no revestimento das próteses de silicone e comprometer a integridade dos implantes a longo prazo.

Além disso, para evitar que o medicamento seja injetado na prótese, o ideal é solicitar aos profissionais de saúde que a injeção seja aplicada nos braços ou coxas.

Quais são as alternativas à gluteoplastia?

Quando se fala em cirurgia plástica, outra opção é preencher o bumbum com a gordura do próprio paciente. Trata-se da lipoescultura, que retira o volume de determinadas áreas do corpo para preencher outras.

Porém, nem sempre o paciente tem tecido adiposo em quantidade suficiente para preencher o bumbum. Além disso, a pessoa pode não querer passar por uma lipoaspiração, que é o procedimento usado para obter esses enxertos de gordura.

Outra desvantagem do preenchimento com gordura é a absorção dessas células do organismo. Depois de algum tempo, restam apenas cerca de 50 ou 60% do volume injetado. Por isso, embora esse seja um método eficiente para pequenos preenchimentos, não se recomenda confiar nele para fazer alterações muito significativas.

Entendeu como é a cirurgia de gluteoplastia e quais são os cuidados necessários no pós-operatório? E você, tem vontade de aumentar o bumbum? Conte pra gente nos comentários!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)