Você sabia que a cirurgia para corrigir as orelhas é uma das que apresenta resultado mais rápido? Em apenas dois meses, aproximadamente, já é possível ver a aparência definitiva. Mas para acelerar a recuperação e garantir os melhores resultados, é fundamental que o paciente tome todos os cuidados necessários durante o pós-operatório da otoplastia. Você sabe o que fazer nesse período?

Então, não perca este post! Vamos explicar o que é necessário para assegurar um resultado perfeito para sua cirurgia. Veja a seguir!

O que pode acontecer no pós-operatório da otoplastia?

Quando uma pessoa faz uma cirurgia, alguns tecidos do corpo são cortados e consequentemente lesionados. Portanto, é natural que a região apresente algum inchaço e hematomas. Porém, eles desaparecem com o tempo e deixam apenas o resultado benéfico do procedimento.

Assim, desde que você siga as orientações do médico, não é necessário se preocupar. Os pacientes costumam sentir apenas um leve desconforto, que é minimizado com medicamentos.

Quais são os principais cuidados no período de recuperação?

Nos primeiros dias, alguns cuidados são essenciais. O principal deles é o uso da faixa elástica em torno da cabeça. Ela estabiliza as orelhas e as mantêm na posição certa. Por isso, deve ser usada continuamente (dia e noite) durante 10 dias. Depois desse período, ainda é necessário utilizá-las à noite por mais 60 dias.

Esse tipo de cirurgia plástica é uma das que menos impede a vida normal dos pacientes. Assim, eles podem dirigir e voltar ao trabalho depois de apenas 2 dias, desde que suas tarefas não exijam esforço físico. Alguns adiam esse retorno devido ao uso da faixa, mas as atividades leves estão liberadas.

Esforços intensos e exercícios físicos devem ser evitados durante 10 dias. Depois disso, o médico costuma liberar o paciente para realizar a maioria das suas atividades de rotina.

Um dos cuidados mais importantes está relacionado ao momento de dormir. Além de usar a bandagem elástica, o paciente precisa se deitar de costas, com o rosto virado para cima. Em nenhum momento ele deve ficar de lado, apoiado sobre uma das orelhas.

Também é fundamental seguir as orientações do médico sobre a higienização. Isso evitará infecções que podem comprometer o resultado da cirurgia ou dificultar a cicatrização no pós-operatório.

Quando ocorre a cicatrização completa?

Em cerca de dois meses, suas orelhas estarão completamente desinchadas. Portanto, já será possível ver o resultado final da cirurgia. Porém, é normal que as cicatrizes (que são discretas e ficam escondidas nas dobras da pele) ainda mudem com o tempo.

Mas não se preocupe, pois essas mudanças são positivas! Elas ficarão cada vez mais claras, discretas e sem relevo. Assim, quem olhar para você dificilmente perceberá qualquer sinal de que aconteceu uma cirurgia para corrigir suas orelhas.

É possível ter complicações na otoplastia pós-operatório?

As complicações são raríssimas, mas podem acontecer. Infecções, sangramento, dificuldades de cicatrização, perda ou aumento da sensibilidade são alguns exemplos. Porém, quando o paciente volta ao médico para acompanhamento, esses problemas são detectados rapidamente e corrigidos pelo cirurgião.

E então, se animou para fazer a cirurgia de correção das orelhas? Confira nosso Guia Completo da Otoplastia e saiba como se preparar para o procedimento!