Dentro da grande variedade de tratamentos, existem alguns métodos que ajudam a melhorar a aparência, a cor e a textura das cicatrizes

Entre os mais indicados estão as injeções de corticóide, que funcionam como antiinflamatório e também diminuem a dimensão da marca. Outra opção é o laser fracionado, que provoca uma troca da epiderme (formação de uma nova pele sobre a cicatriz). Cremes à base de vitamina C e ácido retinóico também ajudam no processo. A terapia compressiva, feita com uma placa de silicone, está entre os tratamentos recomendados para a diminuição das quelóides, cicatrizes largas e altas.

O tratamento favorito de quem passa por uma cirurgia plástica e quer amenizar os sinais da cicatriz, no entanto, é a betaterapia. Esse procedimento evita a formação de quelóides, deve ser realizado até o segundo dia do pós-operatório e dura dez sessões. Um aparelho emite raios beta na camada de pele onde as células responsáveis pela formação de quelóides agem. É a radiação que impede a divisão das células e o seu desenvolvimento.

Lembre-se sempre de que as técnicas devem ser prescritas pelo médico responsável. É junto com ele que você poderá também esclarecer o método mais indicado ao seu caso.