Volume máximo e marcas mínimas! Esse é o desejo de quem planeja aumentar seios, bumbum, tórax ou qualquer outra parte do corpo com a cirurgia plástica. As cicatrizes realmente são discretas, mas e quanto à relação entre prótese e estrias? Ela pode prejudicar a aparência?

Se você também tem essa dúvida, continue a leitura! Vamos explicar como a pele se comporta quando recebe o novo volume e o que fazer para prevenir ou solucionar esse problema. Confira!

Existe mesmo uma relação entre prótese e estrias? 

Independentemente da região do corpo em que o paciente coloca a prótese de silicone, é verdade que a pele é obrigada a se esticar para acomodar um novo volume que não existia ali.

E como você sabe, quando a pele se estica de forma muito rápida, as fibras de colágeno e elastina se rompem. Dessa forma, a superfície da região fica fina e sem sustentação, gerando uma marca aparente e até mesmo uma depressão no local —  trata-se da estria.

Quando uma pessoa  coloca a prótese de silicone, a pele também é obrigada a se esticar mais do que o normal. Então, se ela não preparou essa região adequadamente, as estrias realmente podem aparecer. 

Porém, é importante destacar que as estrias não aparecem em todos os casos. Isso depende de alguns cuidados importantes, principalmente antes da cirurgia. Veja quais são eles e saiba como preparar sua pele para o procedimento.

Mamoplastia Master Health

Como evitar as estrias depois de colocar prótese?

Embora os médicos não possam garantir que um paciente não terá estrias, algumas recomendações diminuem muito a chance de essas marcas indesejáveis aparecerem. Veja quais são elas:

1. Não exagere no tamanho da prótese

Quando há “exageros” no tamanho da prótese, pode haver o estiramento da pele e, consequentemente, o aparecimento de estrias, que são lesões causadas pela ruptura das fibras de colágeno e elastina que dão sustentação à pele.

Então, naquelas pacientes com pele firme e mamas pequenas, por exemplo, pode ocorrer o aparecimento de estrias devido ao aumento repentino das mamas e as pré-existentes podem se tornar ainda mais salientes e visíveis.

Por isso, paciente e médico devem ficar muito atentos ao tamanho escolhido e respeitar os limites da pele, já que a escolha do volume da prótese de silicone é feita em conjunto.

Contudo, quando se respeita as proporções do corpo, o tipo de pele e o volume do implante, os riscos de surgimento de estrias se tornam muito menores

2. Prepare sua pele para evitar a relação entre prótese e estrias

Muito antes da cirurgia, comece a preparar sua pele. Por isso, utilize um creme hidratante de boa qualidade duas vezes ao dia. Esse cuidado melhorará a elasticidade da região, evitando que ela não aguente o estiramento causado pela prótese.

Prótese de silicone Master Health

3. Fique atento aos primeiros sinais

Dermatologistas afirmam que, quando as estrias são recentes, há diversas opções de tratamento para melhorar a aparência da região. Então, fique atento! Observe o local operado com frequência e, diante da primeira marquinha indesejada, converse com seu médico.

Assim, você poderá utilizar cremes e outros recursos estéticos para deixar essas marcas muito menos evidentes e ficar com a aparência que sempre sonhou. 

Entendeu qual é a relação entre prótese e estrias? Viu quais são os cuidados que precisa tomar para não ter esse problema? Então, siga nossas páginas no Facebook e Instagram para conferir outros conteúdos sobre o universo da cirurgia plástica!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)

Quer saber mais ? Confira todos os posts do nosso blog sobre prótese de silicone Clique aqui.