A blefaroplastia é um nome pouco usual, mas que traz a solução para um problema que todos conhecemos: flacidez nas pálpebras. Essa flacidez pode ser decorrente da idade, com aspectos de envelhecimento precoce, até impedindo a visão, nos casos mais graves. Não há uma idade ideal para realizar a blefaroplastia e o seu diagnóstico só pode ser feito por um cirurgião plástico.

Para retomar a autoestima, a blefaroplastia também é fundamental. Quando a flacidez incomoda, ela impede o uso de sombra nos olhos e outras maquiagens. Isso, para a autoestima da mulher, é degradante. A blefaroplastia também corrige o excesso de gordura nas pálpebras inferiores.

O resultado final será visível após a diminuição do inchaço, que ocorre gradualmente depois do 14º dia. Aquele aspecto de cansaço logo dará lugar a um olhar aberto, com a visão reestabelecida (caso a pálpebra impedisse a visão) e com um rosto mais jovial. Se o seu incômodo for ligado aos pés de galinha, outros procedimentos são recomendados, pois a blefaroplastia não consegue solucionar esse caso.