Fale Conosco Pelo Whatsapp

Você provavelmente já ouviu que os olhos são a janela da alma. Sim, eles mostram as nossas emoções e são uma ponte de contato com o mundo externo. Porém, quando essa janela fica com a moldura envelhecida, pode ser necessário fazer uma “reforma” — a blefaroplastia.

Mas e você, já conhece essa cirurgia plástica e sabe quando ela é indicada? Neste post, vamos explicar quais são as situações que requerem essa renovação do olhar. Então, continue a leitura e descubra se esse procedimento é indicado para o seu caso também!

Quais são as indicações para a blefaroplastia?

A blefaroplastia é a cirurgia plástica que renova o olhar por meio da correção das pálpebras. Portanto, ela pode ser feita na parte superior ou inferior dos olhos, de acordo com as necessidades de cada paciente. Ela é indicada nos seguintes casos:

1. Correção das pálpebras superiores

Um dos problemas mais frequentes é a queda da pálpebra superior. Aos poucos, a pele dessa região se torna cada vez mais flácida, deixando os olhos parcialmente escondidos. Esse é um dos sinais de envelhecimento que mais incomodam quem busca uma cirurgia plástica para o rosto.

Inclusive, é interessante observar que algumas pessoas têm essa característica desde muito jovens, o que envelhece sua aparência bastante cedo. Portanto, essa é a primeira indicação para a blefaroplastia.

2. Eliminação de bolsas de gordura com a blefaroplastia

Com o tempo, também podem surgir placas e bolsas de gordura na região dos olhos. Um exemplo é o xantelasma, um acúmulo que incomoda muitas pessoas, criando uma espécie de pelota na pálpebra. Assim, durante a blefaroplastia, o médico consegue eliminar esse problema.

3. Correção de rugas e olheiras na pálpebra inferior

Outra área próxima aos olhos que costuma ser alterada ao longo do tempo fica na pálpebra inferior. Portanto, conforme a pele dessa região perde sustentação, os músculos que ficam abaixo também deixam de ter o mesmo volume e tonicidade, causando olheiras profundas.

Não é novidade que essas olheiras incomodam muito. Elas deixam a pessoa sempre com cara de cansada, como se há bastante tempo ela não soubesse o que é uma noite de sono reparador. Assim, além de ser esteticamente desagradável, esse problema pode passar a imagem equivocada a respeito de um profissional, por exemplo.

Na blefaroplastia, o médico consegue corrigir as olheiras. Ele retira os excessos de pele da pálpebra inferior, deixando essa região esticadinha novamente. Porém, em alguns casos também é necessário preenchê-la com gordura ou ácido hialurônico para recuperar a aparência saudável.

4. Recuperar a funcionalidade dos olhos

Para algumas pessoas, a queda das pálpebras traz não só o incômodo com a aparência, mas também problemas funcionais. O excesso de pele na região superior, por exemplo, pode cobrir os olhos e prejudicar a visão. Por isso, é necessário retirar essa sobra.

Também na parte de baixo, a falta de firmeza nas pálpebras pode causar problemas. Assim, devido à flacidez, as lágrimas escorrem pelo rosto e deixam os olhos secos. Enfim, tudo isso é corrigido com a blefaroplastia.

Entendeu as situações em que a blefaroplastia é indicada? Gostou de saber que existem soluções para todos esses problemas? Então, não perca tempo! Siga nossas páginas no Facebook e Instagram para conhecer outras alternativas de rejuvenescimento facial por meio da cirurgia plástica!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)