Fale Conosco Pelo Whatsapp

Ao longo dos anos, a mamoplastia de aumento se tornou cada vez mais segura. As técnicas evoluíram, tornando o índice de satisfação das pacientes ainda mais altos. Com isso, complicações como a contratura capsular se tornaram pouco comuns.

No entanto, ainda assim, a contratura capsular é a complicação mais frequente da prótese de silicone. Entre pacientes que usam próteses modernas, pode chegar a 0,5% dos casos. No passado, esse número era bem mais alto.

Por isso, é importante falarmos sobre a contratura capsular. Explicaremos neste post por que esse problema acontece, como identificá-lo, o que a paciente pode fazer para evitá-lo e quais as alternativas de correção.

O que é a contratura capsular?

A contratura capsular é uma complicação que acontece devido a uma reação exagerada do sistema de defesa do corpo. Assim, ao perceber a presença de um corpo estranho — a prótese — ele cria um tecido para envolvê-la.

Vale a pena destacar que a criação desta cápsula que envolve a prótese acontece com todas as pacientes. Afinal, trata-se de uma reação normal do organismo.

Porém, em algumas pessoas essa reação é exagerada. O corpo forma um tecido conjuntivo grosso (fibrose), que endurece o tecido mamário, altera o formato do seio e pode até mesmo causar dor.

Mamoplastia Master Health

Mas lembre-se: a contratura capsular ocorre quando o processo de cicatrização interna é anormal. Na maioria das mulheres, o corpo forma uma camada fina em torno da prótese e já se adapta a ela.

O que causa a contratura capsular?

Não existe um motivo único para a ocorrência de contratura capsular. No entanto, o problema é mais comum quando a paciente passa pelas seguintes situações:

  • complicações no pós-operatório;
  • infecção sintomática ou assintomática na mama;
  • prótese deformada ou rompida em um acidente, por exemplo;
  • prótese muito antiga.

Em relação à prótese muito antiga, é importante destacarmos que, no passado, os fabricantes ainda desconheciam alguns fatores que facilitam a aderência e reduzem o risco de rejeição.

Então, ao longo dos anos, eles investiram em pesquisas e descobriram alguns fatos interessantes. Um deles é que a prótese com revestimento liso causa uma rejeição maior do organismo.

Aos poucos, eles aplicaram esses conhecimentos na fabricação de próteses. Por isso, hoje elas têm textura em sua superfície, o que facilita a aderência aos tecidos da mama e reduz drasticamente as chances de contratura.

Como identificar este problema depois de colocar silicone?

A contratura capsular pode acontecer em graus diferentes. Assim, cada uma dessas etapas apresenta sintomas específicos. Saiba quais são eles:

Prótese de silicone Master Health

Contratura capsular grau 1

O corpo forma uma película em torno da prótese, mas ela é imperceptível. A mama continua sem alterações no formato ou na consistência.

Contratura capsular grau 2

Neste grau, a contratura ainda é mínima. Porém, a mama se torna um pouco mais endurecida e a pessoa consegue sentir a prótese quando apalpa os seios.

Contratura capsular grau 3

Nesse estágio, a prótese de silicone se torna não só palpável, mas também visível. A contratura é considerada moderada.

Contratura capsular grau 4

A mama se torna bem endurecida. Nesse estágio, a prótese não só fica visível, como também distorce o formato do seio. A mulher sente dores e o diagnóstico é de contratura grave.

Entre as distorções, a mulher pode ficar com um seio maior que o outro, apresentar alterações no formato e altura, desalinhamento em relação às aréolas, ou ainda ondulações na região da prótese.

Caso a mulher não busque o médico enquanto tem os sintomas dos graus 3 e 4, a camada rígida que o corpo forma pode pressionar tanto o implante a ponto de rompê-lo.

Qual é o tratamento para contratura?

Embora a mulher possa reconhecer os sintomas, só o médico consegue diagnosticar se realmente a paciente apresenta contratura capsular. Então, o tratamento dependerá do grau da paciente.

Nos níveis 1 e 2, por exemplo, é possível utilizar cremes e massagens para normalizar a situação da mama. Porém, nos graus 3 e 4 geralmente a paciente precisa de uma nova cirurgia, onde a prótese será retirada ou trocada.

É possível evitar esse processo de rejeição da prótese?

Até aqui, você percebeu que a contratura capsular ocorre devido ao um processo de rejeição do organismo. Portanto, quando existe um exagero na atuação do sistema de defesa, ela se manifesta.

A questão é: a paciente consegue evitar o processo de rejeição da prótese? Na maioria dos casos, sim. No entanto, o cirurgião plástico não pode garantir que ela não desenvolverá nenhum problema.

Atualmente, o cirurgião toma uma série de cuidados na escolha da prótese. Esse já é o primeiro passo para evitar uma reação exagerada do corpo e evitar a formação de uma película grossa e rígida.

Além disso, os cuidados após a mamoplastia de aumento também têm o papel de minimizar essa resposta do organismo. Quando a paciente segue as recomendações do médico, as chances de complicações são menores.

No entanto, ainda assim o médico não tem como garantir que a paciente não terá contratura capsular. Afinal, cada organismo é único e pode reagir de formas completamente diversas à presença de um corpo estranho.

Então, como evitar a contratura capsular?

Utilize próteses texturizadas

A prótese de superfície lisa desencadeia uma reação mais forte do organismo. Por isso, atualmente os cirurgiões plásticos utilizam implantes texturizados ou revestidos com poliuretano.

Essas próteses aderem mais facilmente aos tecidos da mama. Assim, a tendência é que o corpo forme uma cápsula bem mais fina e maleável, que não causa todas essas complicações.

Siga as recomendações pós-cirúrgicas à risca

Todas as recomendações pós-cirúrgicas têm o objetivo de acelerar a cicatrização externa e interna dos tecidos, promover a rápida aderência do silicone e evitar complicações.

Portanto, siga essas recomendações. Use o sutiã cirúrgico, pois ele mantém a prótese na posição adequada e estabiliza a região peitoral. Assim, ele favorece a aderência.

Não levante os braços e evite movimentos bruscos. Isso também fará com que a prótese fique quietinha no lugar correto e evitará o desencadeamento de um processo exagerado de defesa do organismo.

Fuja do sol nos primeiros 30 dias. A exposição aos raios UV faz com que o corpo crie um processo inflamatório que vai estimular as células de defesa e levar à uma reação exagerada e torno da prótese.

Entenda que todas as recomendações pós-cirúrgicas são importantes. Então, mesmo que você se sinta ótima — o que geralmente acontece com a maioria das pacientes — você precisa manter o repouso durante a recuperação.

Procure uma clínica confiável

Quando se trata de saúde, o preço não pode ser o critério de escolha. Tenha certeza de que o médico foi certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pois isso mostra que ele domina as técnicas necessárias para que você tenha um bom resultado.

Além disso, uma clínica séria só compra próteses diretamente dos fabricantes. Assim, você tem a certeza de que o implante usado em seu corpo passou por um rígido controle de qualidade, pureza e resistência.

Entendeu o que é a contratura capsular e como evitá-la? Ficou com alguma dúvida? Nossa equipe responderá todas as perguntas que você fizer nos comentários!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)

    Quer saber mais ? Confira todos os posts do nosso blog sobre prótese de silicone Clique aqui.