A mamoplastia de aumento é o sonho das mulheres que querem ficar com os seios fartos, bem preenchidos e empinados. Porém, para ter o resultado perfeito para o seu tipo de corpo, é preciso prestar muita atenção a um fator extremamente importante: o formato do silicone.

Devido à grande variedade de tipos de prótese de silicone, com formatos e seus diferentes perfis, esse assunto ainda causa muitas dúvidas. Por isso, neste artigo, você vai descobrir quando cada um deles é indicado e qual é o resultado que a paciente pode esperar quando são utilizados.

Formato de silicone: quais são os modelos de próteses?

Existem três formatos de próteses de silicone no mercado: a redonda, a anatômica e a cônica. Agora você vai descobrir em que casos cada uma delas é utilizada.

Prótese de silicone anatômica

A prótese anatômica tem o formato de uma gota. Isso significa que o silicone fica mais concentrado na parte de baixo do implante mamário, exatamente como acontece com um seio natural.

Essa característica faz muitas mulheres pensarem: se eu quero ter seios naturais e não ficar com a aparência exagerada, a prótese em formato de gota é a ideal para mim. Porém, isso é um erro! Definitivamente, esse tipo de implante não é indicado em mamoplastias com objetivo estético.

Por ter o silicone concentrado na parte de baixo, a prótese anatômica não deixa a mama bem preenchida e nem consegue destacar o colo. Portanto, ela não produz o efeito desejado para mulheres que querem aumentar os seios.

Mamoplastia Master Health

Mas então, para que serve a prótese com formato de silicone anatômico? Ela é indicada para cirurgias de reconstrução mamária feita em mulheres que perderam o seio devido a doenças como o câncer ou em acidentes. Assim, para elas, o resultado realmente é bastante natural e satisfatório.

Prótese de silicone redonda

O formato de silicone redondo é o mais utilizado em cirurgias estéticas. Afinal, ele consegue deixar os seios bem preenchidos, tanto na parte de baixo quanto na parte de cima. Assim, ele aumenta o volume e pode deixar as mamas tanto com a aparência natural quanto com o efeito turbinado.

A prótese redonda se parece com uma bola, mas cortada ao meio. Portanto, o silicone é distribuído de maneira uniforme, deixando a superfície em um formato circular perfeito.

Em um tamanho maior e com um perfil alto, ela dá bastante destaque no colo, deixando a linha do decote incrível. Ao mesmo tempo, um perfil mais baixo e um volume menor garante um resultado bastante natural.

Formato de silicone cônico

Outro tipo de prótese utilizada é aquela que tem o formato de silicone cônico. Diferentemente da prótese redonda, esse implante concentra o volume na área central, criando um aspecto um pouco mais pontudo, bem projetado para a frente.

Talvez você esteja pensando: mas o formato do seio fica bonito com uma prótese “pontuda”? A resposta é que depende. Na verdade, o médico faz a escolha do formato de silicone levando em consideração as características físicas de cada paciente, ou seja, seu biótipo.

Prótese de silicone Master Health

Portanto, quando a mulher tem o tronco muito estreitinho, a prótese redonda nem sempre é indicada, pois sua base é mais larga. Nesses casos, o formato cônico garante a projeção que a paciente precisa com uma largura proporcional ao corpo dela.

Alguns médicos têm usado cada vez menos as próteses cônicas. Atualmente, eles preferem trocá-las, quando possível, por uma prótese redonda de perfil alto. Assim, eles também conseguem uma projeção maior com uma base menor.

Textura da prótese de silicone

Um outro aspecto muito importante em relação à prótese de silicone é a textura de sua superfície. Porém, nesse caso, a escolha não acontece por razões estéticas, e sim para que o corpo da paciente se adapte perfeitamente ao implante, evitando a rejeição. Conheça as opções disponíveis:

Prótese de silicone lisa

No passado, todas as próteses de silicone tinham a superfície lisa. Porém, essa característica fazia com que o organismo não reconhecesse aquele corpo estranho. Dessa forma, o corpo iniciava um processo de rejeição que levava à necessidade de retirar ou trocar o implante mamário.

Prótese de silicone texturizada

No entanto, ao longo do tempo, os fabricantes de próteses fizeram muitas pesquisas. Eles concluíram que quando o implante tem a superfície texturizada, ou seja, levemente rugosa (ou áspera), o organismo tende a se adaptar melhor a esse corpo estranho.

Isso acontece porque a superfície levemente rugosa adere aos tecidos do corpo que ficam em volta da prótese. O sistema de defesa do organismo deixa de ver esse objeto como uma ameaça e não forma camadas de proteção que comprimiriam o implante.

Por isso, atualmente as próteses de silicone têm a superfície texturizada. Isso reduziu drasticamente os índices de rejeição. Atualmente, apenas cerca de 0,5% das mulheres sofrem com esse problema, o que significa que é um processo raríssimo.

Textura de poliuretano

Os fabricantes desenvolvem uma série de tecnologias para tornar a textura da prótese cada vez melhor. Existem diversas opções no mercado, e uma delas é a superfície de poliuretano.

Essas próteses são revestidas com uma camada de poliuretano vulcanizado. Portanto, quem toca esses implantes tem a sensação de que eles são cobertos por um material parecido com o velcro. O resultado é sua grande aderência aos tecidos naturais da mama.

Porém, são poucos os médicos que utilizam esse tipo de prótese. Como são muito aderentes, é mais difícil colocá-las durante a cirurgia e é necessário fazer um corte maior, o que deixa uma cicatriz menos discreta. O custo também não é tão atrativo.

Por essa razão, os médicos entendem que as próteses texturizadas comuns já são suficientes para reduzir o risco de rejeição. Assim, é possível ter um resultado semelhante sem ter as mesmas dificuldades e sem arcar com um custo maior.

Agora você já sabe em que situações cada formato de silicone é indicado e também qual é a importância da textura para a prótese de silicone. Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários e teremos satisfação em responder!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

    (Preencha, envie e aguarde a confirmação)

    Quer saber mais ? Confira todos os posts do nosso blog sobre mamoplastia Clique aqui.
    Quer saber mais ? Confira todos os posts do nosso blog sobre prótese de silicone Clique aqui.