Fale Conosco Pelo Whatsapp

Quem não quer ficar com a pele da face lisa ainda por muitos e muitos anos? Esse tema é praticamente uma obsessão para várias mulheres, ainda mais nessa época em que existem recursos para envelhecer com qualidade de vida. Porém, da mesma forma que existe uma busca por alternativas eficazes para o rejuvenescimento do rosto, também surgem diversos mitos a respeito do assunto.

E você, sabe o que é mito ou verdade quando se trata de rejuvenescimento facial? Então, continue a leitura! Vamos desvendá-los para ajudá-lo a tomar as melhores decisões e manter sua pele lisinha por muito mais tempo. Confira!

Mitos sobre o rejuvenescimento do rosto

Mito 1: basta cuidar da pele para manter o rosto jovem

Embora a pele seja extremamente importante, ela não é o único fator para a aparência envelhecida. O rosto tem várias estruturas e todas elas passam por alterações que levam a problemas estéticos como rugas, perda do volume e do contorno facial, entre outros.

Portanto, mesmo quem cuida da pele terá efeitos do tempo sobre o rosto. Com o tempo, essa pessoa pode perder a gordura que preenche várias áreas, deixando essas regiões fundas e com sulcos. Os músculos da face também atrofiam e perdem o tônus, contribuindo para a flacidez.

Finalmente, até os ossos da face se modificam com o tempo. Existe uma degradação em volta do nariz, da boca, dos olhos… Assim, o rosto perde o contorno. Portanto, cuidar da pele é muito importante, mas não é suficiente. Quem quer manter o rosto jovem, em algum momento precisará recorrer a intervenções mais profundas.

Mito 2: botox soluciona o problema das rugas

Na verdade, a toxina botulímica tem um efeito preventivo interessante. A verdade é que essa substância paralisa as áreas onde é aplicada, fazendo com que aquela região não forme uma marca de expressão. Porém, o botox não consegue solucionar o problema quando as rugas já surgiram, são estáticas ou mais profundas. Ele também tem duração limitada, e precisa ser reaplicado com frequência.

Mito 3: é possível reverter o envelhecimento com procedimentos estéticos

Atualmente, há procedimentos estéticos muito avançados. Porém, mesmo eles têm suas limitações. A verdade é que esses tratamentos ajudam a prevenir o surgimento de rugas e até mesmo a suavizá-las, mas não conseguem um efeito tão significativo, ainda mais se a pessoa já tem marcas mais profundas. Assim, quem começa a realizá-los cedo pode até adiar uma cirurgia plástica, mas não evitá-la indefinidamente.

Mito 4: é fácil perceber quem fez uma cirurgia plástica no rosto

Esse é um mito muito comum, mas totalmente equivocado. As marcas de uma cirurgia plástica no rosto ficam escondidas em dobras naturais da pele, atrás das orelhas ou sob o cabelo. Assim, elas não ficam tão visíveis. Ao escolher um cirurgião plástico certificado e de confiança, ele fará um planejamento cirúrgico adequado, que garanta a você um resultado totalmente natural. Portanto, trata-se de uma solução com efeito duradouro e satisfatório, que pode ajudá-lo a fazer as pazes com o espelho.

E então, você conhecia esses mitos sobre o rejuvenescimento facial? Sabe de outros que não listamos aqui? Compartilhe conosco nos comentários!

Fale Conosco Pelo Whatsapp

Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)