O que é a mamoplastia redutora

A mamoplastia redutora é a cirurgia de redução mamária que consiste em retirar o excesso de gordura, tecido mamário e pele da região para diminuir o tamanho e o peso dos seios. Dessa forma, é possível atingir um tamanho de mamas proporcional ao corpo da paciente.

Quando os seios são muito volumosos, algumas mulheres podem apresentar problemas de saúde e emocionais. Isso porque o peso das mamas causa dores nas costas e desconforto físico, impedindo uma vida normal.

Frequentemente, seios muito grandes também podem gerar problemas de confiança e autoestima, impactando de forma negativa na vida social da mulher.

Para quem a redução de mamas é indicada

Não existe um indicador que afirme que uma mama é muito grande e, assim, comprove que a mulher é uma candidata à mamoplastia redutora.

Se o tamanho dos seus seios gera incômodos, sejam eles físicos ou emocionais, então você pode procurar a cirurgia de redução de mamas. Afinal, só você saberá se a cirurgia é indicada para você.

De forma geral, a mamoplastia redutora pode ser realizada a partir do momento em que os seios já acabaram de se desenvolver, desde que com a permissão dos responsáveis. No entanto, o ideal é que ela aconteça após os 18 anos de idade.

Como a cirurgia de redução de mamas é feita

Durante a mamoplastia redutora, os tecidos da glândula mamária são reorganizados após a retirada do “excesso” de pele e gordura. Com isso, é possível conferir uma boa forma aos seios.

Simultaneamente, as aréolas e os mamilos também são reposicionados, sendo necessário a realização de enxertos em alguns casos.

Vale dizer que a cirurgia sempre busca um aspecto e harmonia melhor das mamas em relação ao corpo da paciente.

Anestesia

Frequentemente,  a mamoplastia de redução é realizada com anestesia geral.

No entanto, em alguns casos pode ser usada anestesia local com sedação. Dessa forma, a escolha vai variar de acordo com o volume das mamas e o grau de sensibilidade da paciente, ficando a cargo do cirurgião plástico definir a melhor maneira.

Incisões

As incisões da cirurgia de redução de mamas podem ser realizadas de duas maneiras, dependendo do tamanho e do grau de flacidez dos seios.

Elas podem ser em formato de ‘T’ invertido, partindo da porção de baixo da aréola em direção à base dos seios. E a outra possibilidade é o formato de ‘L’, também na mesma região.

Duração

De forma geral, a mamoplastia redutora tem uma duração média de 2 a 3 horas.

Normalmente, a paciente deixa a internação no mesmo dia, mas pode ser necessário ficar no local por até 24h.

Cuidados pré-operatórios

Exames

Toda cirurgia plástica requer a realização de alguns exames básicos: hemograma completo e avaliação de coagulação do sangue.

Além desses, a mamoplastia de redução pede uma avaliação da mama por ultrassom e mamografia.

Esses exames são importantes para detectar possíveis lesões ou alterações nos seios. Por isso, os médicos costumam solicitá-los para saber se um nódulo ou cisto não apareceu em decorrência da cirurgia.

Alimentação, sono e medicação

É recomendável que, no dia anterior a cirurgia de redução de mamas, você evite ingerir bebidas alcoólicas e comer muito ou se alimentar com produtos muito gordurosos e industrializados.

Além disso, uma boa noite de sono é de extrema importância nesse dia. Afinal, você precisa estar bem descansada para a cirurgia.

Também é preciso evitar ingerir medicamentos à base de ácido acetilsalicílico ou fórmulas para emagrecer nos 10 dias anteriores ao procedimento.

Jejum

Para fazer a cirurgia, a paciente precisa estar em um jejum de 8 horas.

No dia da cirurgia

Vá acompanhada no dia da cirurgia e leve roupas confortáveis e mais largas para voltar para casa depois. Evite usar muitos acessórios, como brincos, anéis e pulseiras, uma vez que você precisará retirá-los para o procedimento.

Também é importante levar todos os exames e termos solicitados pela clínica para que você faça a cirurgia sem nenhum imprevisto.

Pós-operatório da mamoplastia redutora

Primeiras horas

As primeiras horas após a cirurgia são as mais delicadas. Afinal, você terá acabado de passar pelo procedimento.

Durante as 24h seguintes, é preciso ficar sentada ou manter a cabeça elevada. Da mesma forma, deverá evitar se mexer muito e fazer apenas movimentos leves e sutis.

Ao contrário do que muitas acreditam, a cirurgia redutora de mamas não é um procedimento dolorido. Afinal, o pós-operatório é tranquilo quando as recomendações médicas são seguidas.

Movimentação dos braços

Nos primeiros dias, a movimentação dos braços é mais limitada. Isso acontece porque, ao mexer os braços, a musculatura se movimenta e, consequentemente as mamas.

Da mesma forma, você não poderá levantar os braços acima dos ombros por 2 semanas.

Repouso

Normalmente, o repouso indicado é de 15 dias. Após esse período, se não houver nenhum problema, você poderá voltar às atividades rotineiras e ao trabalho, desde que não faça muito esforço.

Para voltar a dirigir é preciso esperar cerca de 20 dias e exercícios leves podem ser realizados após 1 mês da realização da mamoplastia redutora. Já a atividade física mais intensa, como a musculação, só serão liberadas após o segundo mês.

Assim também é importante evitar relações sexuais por 2 semanas para os cuidados pós-operatórios da cirurgia para reduzir os seios.

Medicação após a cirurgia

Normalmente, os cirurgiões plásticos receitam anti-inflamatórios, antibióticos e analgésicos.

Também é comum o uso de pomadas à base de silicone para ajudar a cicatrização e massagens diárias na mama e nas cicatrizes.

Por fim, o filtro solar também deve ser aplicado na região diariamente para não causar manchas.

Alimentação e tabagismo

Salvo em casos especiais, a alimentação pode ser normal. No entanto, é recomendado evitar doces, frituras e bebidas alcoólicas.

Ao mesmo tempo, o tabagismo deve ser evitado no pós-operatório da cirurgia. Se não for possível abandonar de vez o hábito, você deverá ficar um mês sem fumar.

O cigarro dificulta a circulação de sangue no local, favorecendo a formação de queloides ou de cicatrizes feias.

Posição para dormir

Após a mamoplastia redutora, você deverá dormir de barriga para cima, usando um travesseiro para apoiar o tórax e/ou as pernas.

Igualmente, dormir de bruços só após 3 meses da cirurgia e, de lado, apenas após 6 semanas.

Sutiã cirúrgico

O sutiã cirúrgico será o seu melhor companheiro após a cirurgia para reduzir as mamas.

Ele deverá ser utilizado por 30 dias, afinal ajudará a diminuir o inchaço e sustentar e remodelar o novo formato e tamanho dos seios. Dessa forma, o sutiã cirúrgico precisa ser usado de forma contínua nesse período, inclusive para dormir.

Após os 30 dias, você poderá substituí-lo por sutiãs normais que não possuam arame de sustentação.

E após 3 meses da mamoplastia redutora, você poderá usar o sutiã que desejar, inclusive os com arame.

Higiene e curativos

Para cada tipo de mama é realizado um curativo adaptado, que será retirado 24h após a cirurgia plástica.

De forma geral, também é colocada uma microporagem para proteger a cicatriz, que ficará na região por mais tempo.

Vale dizer que a higiene na região é fundamental para ajudar na cicatrização e evitar infecções. Assim, é importante prestar atenção a esse ponto!

Cicatrizes da mamoplastia de redução

Toda cicatriz, independentemente da cirurgia plástica, é permanente. Porém, a cicatriz sofre modificações até 18 meses após a redução de mamas ou qualquer outro procedimento.

Como a incisão é realizada em locais discretos, as chances de ela ficar praticamente imperceptível são grandes. Tudo vai depender da qualidade da pele e do tipo de cicatrização, que são próprios de cada pessoa.

Como minimizar as cicatrizes

Para minimizar a ocorrência de situações desfavoráveis com a cicatriz, é possível aplicar cremes no local fazendo massagens.

Os cuidados com a limpeza também ajudam, no entanto, não é possível garantir que o aspecto final ficará 100%.

Efeitos adversos da mamoplastia redutora

Amamentação

A amamentação pode ser prejudicada apenas se a redução da mama for muito acentuada. Dessa forma, esse é um aspecto que varia de caso a caso.

Sensibilidade nos seios

A redução da sensibilidade do mamilo pode acontecer após a mamoplastia redutora. Assim como é possível apresentar perda ou redução temporária por 1 ou 2 anos.

De forma geral, quanto maiores forem os seios, maiores as chances de perda de sensibilidade. No entanto, essa situação costuma ocorrer em apenas 5% dos casos.

Assimetria dos seios

Alguns traços dos seios podem ficar ligeiramente diferentes um do outro após a cirurgia.

Vale dizer, porém, que a maioria das mulheres possui uma mama diferente da outra naturalmente. Por isso, esse não costuma ser um detalhe que incomoda as pacientes da redução de mama.

Mamoplastia redutora antes e depois: o que esperar dos resultados

O resultado da mamoplastia redutora antes e depois vai aparecer ao longo dos meses. Em geral, após 1 mês do procedimento já é possível notar algumas mudanças nos seios.

Com 6 meses da cirurgia da redução de mamas você já terá uma noção melhor do resultado. Nesse meio tempo, no entanto, ainda é comum notar alguma perda de sensibilidade e inchaço.

O aspecto final da mamoplastia redutora antes e depois vem após cerca de 18 meses. Nesse período, os seios chegarão ao seu resultado final de tamanho, firmeza e elasticidade de pele.

Profissional que pode fazer mamoplastia redutora

Definitivamente, a cirurgia para colocar silicone nos seios deve ser realizada por um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Informe-se antes da cirurgia

É de extrema importância verificar se o cirurgião tem registro no Conselho Federal de Medicina (CFM). Essa checagem pode ser feita site da instituição.

Além disso, o médico deve ser membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que garante a capacidade e experiência do profissional para realização da cirurgia.

É fundamental que a cirurgia plástica seja realizada em ambiente hospitalar com certificação para realizar cirurgias de médio porte. E você pode checar essa informação com o próprio hospital.

Por fim, converse com pessoas que já realizaram a cirurgia de silicone com o mesmo médico e clínica e se informe sobre a experiência e os resultados obtidos.

Valor da mamoplastia redutora

Todo e qualquer valor da cirurgia para redução de mamas e de cirurgias plásticas em geral não podem ser mencionados devido às proibições do Conselho Federal de Medicina.

Além disso, é preciso realizar uma avaliação em consulta médica para que o cirurgião consiga entender melhor o seu caso.

Para agendar a sua consulta e avaliação, entre em contato com a gente.