Embora as emoções façam parte do nosso dia a dia, o fato é que aquelas expressões de alegria, medo, surpresa, tristeza e até a raiva insistem em se eternizar, deixando sinais no rosto. Para amenizá-los, hoje em dia já existem muitas técnicas e intervenções que possibilitam o rejuvenescimento facial.

Quer saber que procedimentos são esses? Então, não perca este post. Vamos falar sobre as principais cirurgias plásticas para o rosto, explicar como elas são feitas e o que o paciente pode esperar da recuperação. Acompanhe!

A importância da cirurgia plástica para o rejuvenescimento facial

Para algumas pessoas, lidar com os sinais da idade é um processo natural. Entretanto, um grupo cada vez maior assume que se sente incomodado com as rugas e marcas que o tempo provoca, o que afeta seu bem-estar e autoestima.

Não podemos nos esquecer também que, devido a uma combinação entre fatores genéticos e hábitos que aceleram a perda de colágeno, a pessoa pode ter um envelhecimento acentuado da pele. Assim, nesses casos o aspecto definitivamente não condiz com a idade, causando desconforto com a própria aparência.

No entanto, já é possível amenizar esses efeitos do tempo e promover o rejuvenescimento facial. Para isso, foram desenvolvidas técnicas específicas de cirurgia plástica para o rosto. Elas amenizam os sinais na pele e corrigem o contorno dos traços, eliminando o aspecto de cansaço e desânimo. Saiba quais são esses procedimentos!

1. Blefaroplastia

A área dos olhos é uma das primeiras a ser afetada pelo tempo. Por isso, um dos principais procedimentos para o rejuvenescimento facial é a blefaroplastia, que é a cirurgia indicada para corrigir a flacidez dessa região. Existem dois tipos de blefaroplastia:

Blefaroplastia superior

Esse procedimento corrige a flacidez da pálpebra porque retira o excesso de pele formado nessa região.

Embora a maioria dos pacientes recorra a esse tipo de intervenção por vaidade e para rejuvenescer o rosto, ela também pode ser necessária por motivos de saúde.

Podemos mencionar o caso de alguns idosos, por exemplo. Devido à flacidez acentuada da pálpebra, a pele cobre a córnea de forma excessiva, prejudicando a visão. 

Blefaroplastia inferior

Trata-se da remoção das bolsas que se formam embaixo dos olhos e que deixam a pessoa com olheiras permanentes e aparência de desânimo. 

Também existe a opção de combinar a blefaroplastia superior e a inferior em uma mesma cirurgia. Assim, em um único procedimento é possível amenizar os sinais do tempo nessas duas regiões, rejuvenescendo significativamente o rosto do paciente.

Como acontece a blefaroplastia?

Nesse procedimento, o médico geralmente aplica anestesia local acompanhada de sedação. Então, depois que o paciente dorme, o cirurgião faz pequenos cortes para extrair gorduras e fusos de pele.

Também existe a possibilidade de realizar a blefaroplastia a laser. No entanto, essa técnica tem indicações muito específicas.

Como é a recuperação da blefaroplastia?

Embora haja um inchaço natural nos primeiros dias, a recuperação desse tipo de cirurgia é muito rápida. As cicatrizes são finas e localizadas em dobras estratégicas da pele, o que faz com que elas fiquem totalmente disfarçadas.

Em poucas semanas, a pessoa já percebe o excelente resultado. A pele do rosto fica muito mais lisa, recuperando o aspecto jovem e saudável.

2. Lifting de sobrancelhas

No lifting de sobrancelhas, o médico reposiciona e eleva a posição da região superior dos olhos. Assim, o paciente tem o efeito de rejuvenescimento facial e se livra da expressão de cansaço deixada no decorrer do tempo.

Como é feito o lifting de sobrancelhas?

Normalmente, o médico aplica anestesia local e sedação para realizar esse procedimento. Em alguns casos, ele opta pela anestesia geral.

Esse tipo de cirurgia é um pouco mais abrangente que a blefaroplastia. Por isso, pode ser necessário intervir na pele e nos músculos e costurá-los, colá-los e grampeá-los para obter o resultado desejado.

Como é a recuperação do lifting de sobrancelhas?

Como se trata de um procedimento mais complexo, durante o processo de recuperação a pele pode ficar bastante sensível. Também é relativamente comum o paciente sentir umas pequenas fisgadas no início da cicatrização.

Contudo, as dores são amenizadas com analgésicos e, em duas semanas, a maioria dos pacientes já está pronta para retomar as atividades normais.

3. Lifting frontal

Porém, se o paciente precisa de um procedimento ainda mais abrangente para o rejuvenescimento facial, o cirurgião pode propor um lifting frontal. Embora seja mais complexa, essa cirurgia tem um resultado excelente e renova completamente a área superior do rosto.

Além de reposicionar a região que fica acima dos olhos e da sobrancelha, esse lifting elimina as rugas da testa, deixando a pele esticada. Assim, a cirurgia reverte os efeitos da perda de elasticidade nesse local.

Como é feito o lifting frontal?

Diferente dos outros tratamentos que mencionamos, no lifting frontal o cirurgião descola completamente a pele da testa. Então, ele a puxa para cima, esticando-a e costurando-a para que fique completamente lisa. O cirurgião também reposiciona os músculos e sobrancelhas. Na maioria das vezes, o médico usa a própria anestesia local com sedação.

Como é a recuperação do lifting frontal?

Como você pode perceber, esse é um procedimento mais complexo. No entanto, seu pós-operatório é simples. Embora o inchaço e a vermelhidão sejam comuns nos primeiros dias, esse incômodo passa no decorrer do processo de cicatrização. As cicatrizes ficam escondidas no couro cabeludo e se tornam praticamente imperceptíveis.

4. Ritidoplastia

Mas se o desejo do paciente é renovar completamente o rosto, ele pode discutir com o cirurgião a possibilidade de fazer uma ritidoplastia. Nessa cirurgia, conhecida também como lifting facial, o médico faz cortes e descola a pele do rosto. Finalmente, ele a estica e reposiciona, eliminando consideravelmente a flacidez e marcas de expressão.

Como acontece a ritidoplastia?

Essa é uma cirurgia mais completa e delicada. Geralmente, o médico precisa mobilizar grandes extensões de pele e músculo. Por isso, o procedimento também é mais demorado e pode levar entre 2 e 6 horas para ser concluído.

O aumento no tempo de cirurgia pode levar o médico a optar pela aplicação de anestesia geral. Contudo, quando a previsão do cirurgião é de um término mais rápido, ele também pode escolher a anestesia local com sedação.

Como é a recuperação da ritidoplastia?

A recuperação desse tipo de cirurgia também exige um cuidado maior. Por isso, o médico orienta o paciente quanto à preservação dos curativos, aplicação de compressas, realização de drenagem linfática com um fisioterapeuta e outros procedimentos para prevenir problemas.

Geralmente, ele também orienta o paciente a evitar sol, vento e friagem por 3 meses e pode até suspender alguns medicamentos temporariamente. As cicatrizes ficam escondidas no couro cabeludo e/ou atrás das orelhas. Portanto, ficam discretas e pouco perceptíveis.

5. Hidrolipo da papada

Finalmente, vamos falar do procedimento que elimina um dos principais fatores de desconforto com o próprio rosto: a papada. Ela é formada por uma combinação entre flacidez da pele e acúmulo de gordura, gerando uma espécie de queixo duplo que prejudica o contorno da face e acrescenta muitos anos à aparência.

Para solucionar esse problema, os médicos utilizam uma técnica conhecida como hidrolipo, também chamada de minilipo ou lipo light. Quando ela é aplicada na região da papada, os resultados são extraordinários.

Como acontece a lipo da papada?

Nesse procedimento, o médico insere tubos na pele que fica abaixo do queixo por meio de incisões muito pequenas. Então, esses instrumentos são movimentados para desprender e sugar a gordura acumulada nessa região.

Geralmente, os médicos usam a anestesia local combinada à sedação para realizar essa intervenção. Assim, o paciente dorme e não sente qualquer desconforto durante esse processo de sucção.

Como é a recuperação da lipo da papada?

No pós-operatório, é normal que o paciente tenha um pouco de inchaço e até mesmo algum incômodo. Contudo, esse desconforto é amenizado com analgésicos e compressas, de acordo com a orientação do médico.

Outra indicação importante é realizar um número definido de sessões de drenagem linfática. Elas são necessárias para acelerar a eliminação do inchaço e evitar o surgimento de fibroses.

Como você pode perceber, a cirurgia plástica oferece muitas opções para promover o rejuvenescimento facial e ajudar os pacientes a continuarem em paz com o espelho por muitos anos. Além disso, na maioria das vezes é possível associar dois desses procedimentos e realizá-los em um único dia, obtendo um resultado muito mais significativo e satisfatório!

Gostou da boa notícia? Quer saber mais sobre esses procedimentos? Então, não perca tempo! Siga-nos no Facebook e Instagram, acompanhe nossas publicações e fique de olho em todas as novidades. Nos encontramos por lá!