Manter o rosto jovem por mais tempo está cada vez mais fácil. Cosméticos, tratamentos de pele e até mesmo o lifting facial deixou de ser um tabu e é realizado por um número cada vez maior de pessoas.

No entanto, a medida em que a cirurgia plástica se torna mais acessível e surgem novidades na área da estética, é normal que as pessoas confundam determinados procedimentos. Um dos equívocos mais comuns é o de achar que o lifting facial é um tratamento estético, e não uma cirurgia plástica.

Se você também tem essa dúvida, descubra quais são as diferenças neste post. Vamos explicar quando podemos classificar uma intervenção como cirurgia plástica ou o que caracteriza um procedimento estético. Falaremos também a respeito dos resultados esperados de cada um.

Procedimentos estéticos: o que são?

Procedimentos estéticos são técnicas minimamente invasivas, realizadas em um período curto de tempo e no próprio consultório do médico ou do esteticista. Assim, para realizá-los não é preciso tomar anestesia e nem ir ao centro cirúrgico. Basta recorrer ao profissional, que aplicará substâncias ou utilizará equipamentos para produzir o resultado desejado.

Alguns exemplos muito comuns de procedimentos estéticos são a aplicação de botox, preenchimento com ácido hialurônico, harmonização facial e microagulhamento. Realmente, essas técnicas têm evoluído bastante e obtido excelentes resultados, especialmente quando se trata de prevenção.

Cirurgias plásticas: o que são?

A cirurgia plástica, por sua vez, tem características diferentes das de um procedimento estético. Assim, ela exige um período maior para a realização, deve ser feitas em clínicas ou em hospitais, e necessita tanto de anestesia quanto de um centro cirúrgico completamente equipado.

Na cirurgia plástica, o médico faz intervenções mais complexas na aparência do paciente. Muitas vezes, ele precisa suturar ou reposicionar músculos, eliminar gordura, retirar excessos de pele e remodelar regiões do rosto ou corpo. Até mesmo o tempo de recuperação é maior, exigindo pelo menos alguns poucos dias de repouso.

Lifting facial: cirurgia plástica ou procedimento estético?

O lifting facial, também chamado de ritidoplastia, é uma intervenção mais profunda para o rejuvenescimento facial. Assim, o cirurgião descola a pele do rosto, reposiciona músculos e retira bolsas de gordura. Além disso, é preciso retirar trechos de pele para eliminar a flacidez.

Portanto, como você pode imaginar, todas essas alterações não podem ser feitas apenas em alguns minutos no consultório. O paciente precisa de anestesia e, consequentemente, de um centro cirúrgico equipado e de uma equipe de apoio ao cirurgião (enfermeiro, anestesista, médico auxiliar, instrumentador etc).

Então, podemos concluir que o lifting facial é uma cirurgia plástica. Possivelmente, muitas pessoas que o confundem com um procedimento estético estão se referindo ao peeling facial, um tratamento que provoca a descamação da camada superficial da pele para que um novo tecido, mais jovem, apareça em seu lugar.

Lifting facial ou tratamento estético: o que é melhor?

Tanto a cirurgia plástica quanto o procedimento estético são bastante eficazes. Porém, a indicação depende dos objetivos do paciente. Se a pessoa é jovem, por exemplo, e quer prevenir o envelhecimento do rosto, o botox e o preenchimento com ácido hialurônico podem atender à sua necessidade.

No entanto, se a pessoa já tem mais idade e as marcas do tempo estão mais visíveis em seu rosto, esse tipo de procedimento pode não ser suficiente. Até existem técnicas que melhoram a qualidade da pele e sua aparência, mas não revertem completamente a flacidez tissular.

Nesses casos, caso a pessoa realmente queira um resultado mais significativo, ela precisa recorrer à cirurgia plástica. Ao retirar o excesso de pele no lifting facial, ela conseguirá reduzir bastante as marcas de expressão, eliminar o ar de cansaço da região da testa, olhos e sobrancelhas, corrigir as bochechas e o contorno do rosto, e assim por diante.

Portanto, as duas opções são importantes: os procedimentos estéticos para prevenir e manter a pele do rosto jovem, e a cirurgia plástica para reverter a ação do tempo. Combinar essas duas possibilidades garante as pazes com o espelho por muitos e muitos anos.

E você, precisa de um procedimento estético ou de uma cirurgia plástica? Tem vontade de fazer um lifting facial? Use o espaço dos comentários para nos contar o que você gostaria de fazer para rejuvenescer o rosto!

master-health

A Master Health, há mais de duas décadas, alia conforto, segurança e zelo no tratamento de seus pacientes. Adepta do conceito de clínica vertical, a Master dispõe de quatro andares unicamente dispostos ao atendimento, favorecendo a privacidade de cada momento da cirurgia plástica ou tratamento realizado pelo paciente.
Diretora Técnica Dra. Elaine Favano – CRM 42085/SP

Cirurgia Plástica Master Health


Caso queira que entremos em contato com você, é só preencher o formulário abaixo !

(Preencha, envie e aguarde a confirmação)